Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dorival faz discurso forte contra cera no futebol sul-americano e sugere aplicação de regra do basquete

Treinador do São Paulo acredita que comportamento apenas estraga o 'espetáculo'

Futebol|

Lance
Lance Lance

São Paulo venceu a LDU (EQU) por 1 a 0 no Morumbi, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana, mas acabou sendo eliminado nos pênaltis por 5 a 4. Desde o primeiro minuto de partida, os equatorianos fizeram a famosa 'cera', desperdiçando tempo para esfriar o jogo. Tal situação incomodou o técnico Dorival Júnior, que deu sua opinião sobre esse comportamento em entrevista coletiva. O treinador afirmou que este é um comportamento especialmente do sul-americano e sugeriu que o tempo fosse cronometrado, como acontece no basquete.

+ Veja a tabela da Copa Sul-Americana e relembre a campanha do Tricolor

- Eu gostaria que minha opinião não fosse levada em consideração pelo jogo de hoje. No meu modesto entendimento, o futebol tinha que ter o que tem no basquete: x tempo de bola rolando. Deveria ser cronometrado o tempo. Evitaríamos toda e qualquer situação que existe. Primeiro: excessiva perda de tempo com jogadores simulando. Isso não especificamente sobre a partida de hoje. É um absurdo o que acontece num campeonato como é o Brasileirão. Nós deveríamos dar um exemplo claro e real pedindo mudanças em tudo isso pois é uma questão de comportamento - disse Dorival.

+ Assista aos jogos do seu clube do coração com aquela gelada! Copo Stanley a partir de R$120,00

Publicidade

O treinador acredita que esse tipo de comportamento apenas estraga o espetáculo e mancha a imagem do futebol. Ainda, Dorival apresentou uma solução: ele entende que uma ação local, vinda por parte da CBF por exemplo, é necessária para que haja uma mudança nesse cenário "inadmissível". Na mesma coletiva, Dorival destacou o papel negativo da arbitragem, que "contribui para que isso aconteça".

- Quem são os culpados? Ninguém. Nós temos que estabelecer que pararíamos com isso a partir de hoje porque é inadmissível a gente ter um espetáculo e boa parte dele ser consumido com momentos desnecessários em que os jogadores param e a arbitragem contemporiza e todos nós participamos disso, denegrindo a imagem do futebol. Isso já não acontece na Europa há muito tempo. É uma situação que deixa o futebol sul-americano muito feio, sem dúvidas.

Publicidade

- Nós precisaríamos de uma ação muito rápida e poderíamos começar com uma ação local, nossas - dentro das Federações e da CBF. Estivemos na segunda-feira na CBF e tive a oportunidade de falar com Rodrigo (assessor) sobre essa situação. Falei que se não pusermos o dedo e não melhorarmos tudo isso nós vamos continuar vendo isso. Infelizmente, a arbitragem contribui para que tudo isso aconteça - concluiu o treinador.

+ ATUAÇÕES: Arboleda marca, mas James isola pênalti e é ‘vilão’ em eliminação do São Paulo na Sul-Americana

Publicidade

Após a eliminação na Copa Sul-Americana, o São Paulo volta a dedicar as suas atenções ao Brasileirão, competição em que não vence há cinco jogos. Jogando mais uma vez no Morumbi, o Tricolor enfrente o Coritiba, no domingo (3) às 20h30 (hora de Brasília), pela 22ª rodada da competição.

* JALILE ELIAS colaborou sob a supervisão de João Marcos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.