Futebol Divergência sobre valor de Calleri faz clube uruguaio acionar Fifa para cobrar o São Paulo

Divergência sobre valor de Calleri faz clube uruguaio acionar Fifa para cobrar o São Paulo

Tricolor alega que pagará assim que entidade se posicionar sobre a questão

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma divergência sobre quanto o São Paulo terá de pagar para contratar em definitivo o atacante Calleri fez o Maldonado, do Uruguai, acionar o clube do Morumbi na Fifa.

A informação foi divulgada inicialmente pelo portal 'TNT Sports' e confirmada pelo LANCE!.


+ Novo Raposão gerou críticas: veja mascotes que foram repaginados nos últimos dez anos

Segundo o veículo, os uruguaios cobram US$ 400 mil (aproximadamente R$ 2,1 milhões) pelos direitos do argentino, contratado em definitivo pelo Tricolor em 2022.

Calleri chegou ao São Paulo em 2021, ainda por empréstimo, com uma cláusula atrelada em seu contrato que previa a compra em definitivo pelos brasileiros caso se atingisse uma série de metas.

No acordo entre Tricolor e Maldonado, ficou acertado que o valor de US$ 3 milhões (cerca de R$ 15,8 milhões) seria parcelado. A primeira, contudo, venceu em janeiro.

O São Paulo reclama que há divergência nos valores a serem pagos. O clube aponta que 'conversa com o Maldonado e aguarda o posicionamento da Fifa para pagar tudo o que for determinado pela entidade.'

Calleri renovou na última sexta-feira (24) o seu contrato com o Tricolor, Seu vínculo vai agora até o fim de 2026, um ano a mais que o acordo original.

Em dificuldades financeiras, o clube do Morumbi deve dois meses de direito de imagem a seu elenco. Promete pagar em breve. O Conselho do clube aprovou durante a semana quatro empréstimos bancários, que totalizarão uma injeção de cerca de R$ 32 milhões nos cofres são-paulinos para aliviar um pouco os problemas.

+ Confia os jogos e simule resultados do Brasileirão-23 na tabela do LANCE!

Últimas