Futebol Diniz critica tempo de acréscimo: 'Invés de sete minutos, ele deu três'

Diniz critica tempo de acréscimo: 'Invés de sete minutos, ele deu três'

Técnico do São Paulo ficou bastante irritado com a arbitragem de Bruno Arleu de Araujo, especialmente com os poucos minutos dados pelo juiz e a cera do Grêmio

Lance
Lance

Lance

Lance

O São Paulo saiu bastante irritado com a arbitragem de Bruno Arleu de Araujo, durante o empate por 0 a 0 contra o Grêmio, pela volta das semifinais da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva, o técnico Fernando Diniz reclamou do pouco tempo de acréscimo dado pelo árbitro.

- Ao invés de sete minutos, ele deu três. Os times que não querem jogar são beneficiados pela arbitragem. No entanto, temos que ressaltar o adversário. O Grêmio teve méritos, marcou muito bem e a gente não conseguiu criar no jogo de hoje - afirmou.

Perguntado sobre uma possível lesão de Luan, que saiu mancando, Diniz tratou de tranquilizar e disse que, caso estivesse à disposição contra o Red Bull Bragantino, o camisa 25 ia jogar (ele está suspenso).

- O Luan já está fora do jogo contra o Bragantino, mas se ele tivesse que jogar estaria em condições. É um jogador muito importante para nós e contamos com ele para o restante da temporada - afirmou.

O Tricolor agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Na liderança do torneio, com 56 pontos ganhos, a equipe joga dia 06 de janeiro contra o Red Bull Bragantino, às 21h30, em Bragança Paulista.

Últimas