Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diniz critica arbitragem e fala sobre planejamento do Fluminense durante data Fifa

Treinador, que comandará Seleção Brasileira, também critica gramado do Raulino de Oliveira no jogo contra o Fortaleza

Futebol|Do R7

Diniz vai para seleção nesta segunda-feira

Fluminensevenceu o Fortaleza por 1 a 0, neste domingo (3), com gol de Diogo Barbosa já nos acréscimos. Agora, o Tricolor terá um período de 12 dias sem jogos durante a data Fifa.

A serviço da Seleção Brasileira a partir desta segunda-feira (4), o treinador Fernando Diniz falou sobre o planejamento do Tricolor neste intervalo e mostrou confiança na evolução do trabalho mesmo com sua ausência.

- Está tudo organizado, tanto na parte tática, técnica e física. Tem muita gente competente e todo mundo entrosado. Faz um ano e meio que eu estou aqui, então o pessoal sabe aquilo que tem que ser feito. Conversei com os jogadores para todo mundo se comprometer. Tenho certeza que, quanto voltar, vou encontrar o time em excelentes condições.

Na coletiva de imprensa, o treinador também valorizou a vitória do Tricolor, citando o gramado do Raulino de Oliveira e a ação da equipe de arbitragem como fatores complicadores.

Publicidade

- Foi uma vitória muito importante, adversário duro, em um campo quase impossível de jogar futebol. Prejudicou mais o Fluminense do que eles. Contra um Fortaleza que marca bem, fica mais difícil. Faço mais uma vez a critica a arbitragem. O Fortaleza não quis que o jogo andasse e o juiz menos ainda. De uma maneira profunda, lesando o torcedor e quem assistia pela televisão porque não tem jogo. Arbitro não quis acelerar a partida. Tudo era motivo para parar, conversar e dar cartões de maneira equivocada - analisou.

Veja outras respostas de Fernando Diniz

Publicidade

Críticas à arbitragem

- Todo mundo achou pênalti em Porto Alegre (em Nino, contra o Grêmio), que nos colocaria hoje na terceira posição. Hoje, ganhamos o jogo, mas teve um pênalti ainda mais claro que poderia comprometer. O que mais me incomoda é a conivência com a falta de bola em movimento. Tomei cartão amarelo hoje por conta da falta de critério e de não deixar a bola andar. Para termos um jogo mais vistoso que agrade as pessoas que gostam de futebol - afirmou.

Publicidade

- Não é uma questão de reclamar (da arbitragem), é um mal do futebol. As coisas são parecidas. Parece que o juiz não quer que o jogo ande pra diminuir a capacidade dele errar. Isso é uma crítica. A maioria dos meus cartões são por reclamar do jogo parar demais. Espero que isso se corrija para termos mais bola rolando e menos jogo parado - completou.

Formação ofensiva

- Formação ideal é uma coisa infantilizada. A vida é dinâmica. Existe muita imprevisibilidade no futebol. É criança que gosta de um mais um é igual a dois. Se eu boto o John Kennedy e a gente não ganha, a culpa é do John Kennedy. Agora parece uma super escalação. Os conceitos não são simples. Todo mundo quer resposta simples para fazer crítica simples. Mas futebol é complexo. Ele jogou porque achei melhor. Desde que cheguei no Fluminense, jogamos de várias maneiras. Contra o São Paulo, falaram que tem só um jeito de jogar. Quando a gente erra, queremos achar uma solução fácil. Mas ela não existe. Se eu botar o John Kennedy, vou considerar o melhor time possível para fazer os jogos.

Título do Brasileirão é possível?

- É difícil, mas não impossível. Mas é muito difícil. Botafogo tem uma larga vantagem e um time qualificado. Fluminense tem que se preocupar com o que acontece internamente e com os próprios jogos. Não tem que olhar para o Botafogo. Tem que fazer o melhor possível. Se eles perderem pontos e a gente somar, a distancia vai diminuir. Mas não tem que pensar nisso e fazer cada vez melhor o nosso trabalho.

Gramado do Raulino de Oliveira

É uma crítica veemente que eu faço. É um desrespeito com o futebol, com quem paga ingresso e assiste pela televisão. É uma regra básica para que os gramados tenham as mesmas dimensões, mesmo tipo de grama, porque isso iguala. Você jogar em gramas diferentes e lugares diferentes prejudica. Tem que ter uma padronização dos gramados.

Juan Pablo Vojvoda

Acho que ele e outros são ótimos. É sempre um prazer enfrentá-lo, é um dos grandes treinadores do futebol brasileiro. O Fortaleza tem a gestão do Marcelo Paz, que sempre elogio. Consegue fazer um trabalho duradouro com os treinadores. Consegue formar bem seus elencos e tem consistência nas competições mesmo com um orçamento mais baixo. O Vojvoda é um grande treinador.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.