Futebol Dia a dia do Botafogo: Autuori utiliza Honda em linha recuada do meio

Dia a dia do Botafogo: Autuori utiliza Honda em linha recuada do meio

Assim como aconteceu nos jogos do Campeonato Carioca pós-pandemia, treinador aciona utilização do japonês como uma espécie de segundo volante, perto da base da jogada

Lance
Lance

Lance

Lance

Keisuke Honda vem passando por uma experiência praticamente inédita nos primeiros meses de Botafogo. Sem contar, é claro, as questões de língua e adaptação climática, o japonês vem sendo utilizado de forma recuada no meio-campo, como responsável pelo começo da criação das jogadas. O treinador Paulo Autuori deixa claro que conta com o camisa 4 no setor.

O jogador de 34 anos atuou praticamente ao lado de Caio Alexandre, primeiro volante do Alvinegro, nos três jogos do Botafogo no retorno do Campeonato Carioca após a pandemia do coronavírus. Em uma espécie de segundo homem de meio-campo, o japonês fica em uma posição intermediária do gramado. E assim vem sendo no atual período de treinamentos.

Paulo Autuori deixa claro, dia após dia, que conta com Keisuke Honda para a criação de jogadas de uma forma recuada, para iniciar o toque de bola desde o campo de defesa. Contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Rio, o japonês se destacou pelos passes longos que deu da primeira metade do gramado. Na visão do treinador, ele pode ser participativo nesta posição.

Honda foi o segundo jogador que mais controlou a bola e trocou passes certos no retorno do Botafogo ao Campeonato Carioca - atrás apenas de Caio Alexandre. Na posição, o japonês passa mais tempo com a bola no pé. Na frente, Paulo Autuori treina movimentações para que os atacantes e pontas deem opções ao atleta asiático.

O camisa 4 já havia atuado nesta função na curta passagem que teve no Vitesse, da Holanda, antes de assinar com o Botafogo. Nos Países Baixos, foi uma espécie de segundo volante, com funções semelhantes. No dia a dia do Botafogo desde o retorno dos treinos presenciais, parece que esta posição será, realmente, seu novo habitat.

Últimas