Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Descontente, Diniz critica Fluminense e afirma que time "não existiu" no primeiro tempo

Fluminense saiu derrotado por 2 a 0

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

O técnico Fernando Diniz ficou muito insatisfeito com a derrota do Fluminense para o Flamengo. No jogo, que terminou 2 a 0 para o rival, o Tricolor esteve desatento e sofreu durante toda a partida. Na coletiva, Fernando Diniz criticou a equipe e afirmou que o Fluminense não existiu durante o primeiro tempo.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Culpa assumida

-O que mudou foi a postura do time. O time que não existiu no primeiro tempo. Se fosse só por conta da marcação, o time teria trocado passes com mais velocidade, criado mais chances. Mas a gente não criou e a gente não marcou. É sempre essa coisa fácil, e o futebol não é fácil assim. Não é porque jogou o Renato Augusto e o Ganso. A gente errou uma enormidade de passes, saiu jogando mal, escolheu mal se saia jogando curto ou longo. O time não existiu por conta de um todo, não é por causa dessa coisa fácil. Se quiserem achar isso podem achar-, afirmou.

O técnico ainda foi questionado sobre as escalações de Renato Augusto e Ganso, mas insistiu que isso não contribuiu no resultado final.

Publicidade

-Quando um time joga um primeiro tempo tão mal como jogamos, o responsável é o treinador, não adianta atribuir a outros fatores. Mas essa explicação que o torcedor quer saber… Se o time jogasse mal, naturalmente iam dizer que era por causa do Renato Augusto, mas não tem absolutamente nada a ver. Se fosse por isso… o time melhorou no segundo tempo, não melhorou? Só porque saiu o Ganso? Mas entrou o Lima, que é outro meia, não é volante -, finalizou.

⚽ COMO FOI A PARTIDA?

Publicidade

Na etapa inicial, Flamengo e Fluminense fizeram um clássico movimentado. O Flamengo começou a partida dominando. No início, o destaque foi para Everton Cebolinha, que teve velocidade e inteligência para encontrar espaços na defesa. Sem espaços, o Tricolor só assustou o Flamengo aos 12, mas levou um contra-ataque que quase terminou em gol de Pedro.

A partir dos 30, o Flamengo voltou a controlar a partida e, aos 46, abriu o placar. Após transição rápida, Pulgar cruzou na cabeça de Cebolinha, que cabeceou para o fundo das redes.

Publicidade

No segundo tempo, o Flamengo seguiu dominando. Mesmo com a melhora Tricolor após a entrada de Lima, o Rubro-negro continuou com a posse de bola e a iniciativa. Após a lesão de Ayrton Lucas, a equipe de Tite começou a jogar mais pelo meio.

Sem Thiago Santos, expulso após falta duríssima em Cebolinha, o Fluminense passou a administrar a derrota por pouco, já visando o segundo jogo, que acontece no próximo sábado. No fim, após um cruzamento incrível de Arrascaeta, Pedro deu números finais à partida.

✅ O QUE VEM POR AÍ?

O próximo jogo das duas equipes é no próximo sábado (16), às 21h, no Maracanã, pelo segundo jogo da semifinal.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.