Deschamps elogia adiamento da Euro e pede atenção da população

Técnico da seleção francesa comentou adiamento após comunicado oficial da Uefa. Campeã do mundo também adiou amistosos contra Ucrânia e Finlândia para junho

Lance

Lance

Lance

O técnico da seleção francesa, DIdier Deschamps, elogiou a postura da Uefa em adiar a Eurocopa para 2021 em meio a crise que o Velho Continente vive com a pandemia do coronavírus na região. Após o anúncio ter se tornado oficial, o comandante campeão do mundo em 2018 disse que a entidade tomou uma “decisão sábia”.

- A prioridade está em outro lugar. Pensemos naqueles que sofrem e naqueles que, infelizmente, irão sofrer nos próximos dias ou semanas. Mais do que nunca é importante ter um senso de prioridades, responsabilidades e boa cidadania. O único jogo a ganhar é o que estamos jogando contra o coronavírus. Todos temos que mostrar solidariedade, rigor e disciplina.

O treinador também elogiou o trabalho de quem vem se esforçando para tratar os doentes e promover uma diminuição no número de pessoas contaminadas.

- Todo o mundo que está mobilizado para salvar vidas merece não apenas nossa gratidão, mas também nosso apoio. Para ajudá-los, vamos respeitar as instruções que nos foram dadas. Protejam-se em casa o máximo possível. Proteger a si também significa proteger os outros.

A seleção francesa já havia adiado os amistosos contra Ucrânia e Finlândia que estavam programados para acontecer neste mês de março. As partidas agora irão acontecer apenas em julho devido ao adiamento da Eurocopa para 2021.