Futebol Depois de Pablo, São Paulo busca ao menos mais dois reforços para 2019

Depois de Pablo, São Paulo busca ao menos mais dois reforços para 2019

Clube busca volante - Willian Arão era o preferido - e meia armador. Victor Ferraz, que surgiu como oportunidade de mercado, ficou mais difícil

Lance
Raí está no mercado em busca, principalmente, de meio-campistas

Raí está no mercado em busca, principalmente, de meio-campistas

Rubens Chiri/saopaulofc.net

O São Paulo concretizou nesta quarta-feira uma das transferências de maior impacto na janela de fim de ano - contratou o atacante Pablo, do Athletico-PR -, mas promete não parar por aí. O meio de campo passa a ser o foco principal da diretoria, que está à procura de pelo menos mais duas peças: um volante e um meia.

O preferido para a posição de volante é Willian Arão, do Flamengo, nome que está na pauta do São Paulo desde o meio de 2018. Na ocasião, o jogador deu preferência a uma oferta da Grécia, mas o acordo acabou não se concretizando.

Marcos Braz, novo vice de futebol rubro-negro, disse na noite de quarta que o volante não sairá. A diretoria carioca fala até em negociar a renovação do contrato que vence em dezembro de 2019. Mesmo antes disso, a expectativa do São Paulo era de que a negociação só esquentaria após a virada do ano. Arão está passando férias nos Estados Unidos e atualmente não tem um empresário para tomar a frente de qualquer tratativa. Ele tem conduzido a carreira junto com o pai.

Para a função de armador, uma das maiores carências do elenco de 2018, ainda não há uma prioridade - ou, pelo menos, nenhuma que tenha se tornado pública. Se o São Paulo fizer um investimento semelhante ao que foi feito por Pablo, que custará 6 milhões de euros (chegará a 7 milhões de euros se ele cumprir três dos quatro anos de contrato), muito provavelmente será nesta posição.

Paulo Henrique Ganso, que está emprestado pelo Sevilla (ESP) ao Amiens (FRA) e deve rescindir para retornar ao Brasil, está no radar do Tricolor, mas inicialmente a ideia é contratar um jogador de características diferentes, mais intenso e dinâmico. Alguns nomes têm sido oferecidos por empresários, como Jarlan Barrera, do Junior Barranquilla (COL). Na semana passada, a imprensa argentina noticiou que o jovem de 23 anos tem pré-contratos tanto com Tigres (MEX) quanto com Rosario Central (ARG), o que deve causar transtornos nas próximas semanas.

O Tricolor também está atento a jogadores de outras posições. Embora a lateral direita não seja uma prioridade, o clube viu em Victor Ferraz uma boa oportunidade de mercado e chegou a apalavrar um acordo com ele, outro que já havia sido alvo anteriormente, na semana passada. Na última terça, porém, o presidente do Santos descartou a possibilidade de transferência após Jorge Sampaoli dizer que conta com o atleta. Se Victor insistir com o Santos que deseja sair, o negócio pode reacender.

O São Paulo chegou a fazer sondagens por alguns goleiros, mas decidiu que só vai investir nesta posição se tiver a chance de contratar um jogador incontestável. A princípio, Jean e Lucas Perri começam o ano com moral. O clube ainda cogita contratar um atacante que jogue pelos lados, mas também não vê urgência neste setor, que poderia ser preenchido até por Pablo. Os jogadores oferecidos até o momento, caso de Marcos Caicedo, do Barcelona de Guayaquil, não convenceram.

Além de Pablo, o lateral-direito Igor Vinicius e o lateral-esquerdo Léo Pelé já foram confirmados pelo clube do Morumbi.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Em alta! Saiba quem são os atletas mais pesquisados no Brasil em 2018

Últimas