Futebol Decisões de venda no Botafogo são tomadas por 'colegiado' formado por dirigentes, CEO e Freeland

Decisões de venda no Botafogo são tomadas por 'colegiado' formado por dirigentes, CEO e Freeland

Possível venda de Paulo Victor para o Internacional e qualquer outra transferência precisa do crivo de Durcesio Mello, Vinícius Assumpção, Eduardo Freeland e Jorge Braga

Lance
Lance

Lance

Lance

Quem decide pela venda dos jogadores? A decisão final não é de X ou Y? Essas foram perguntas comuns na internet no que diz respeito ao Botafogo nesta segunda-feira. Por conta da volta do interesse do Internacional em contratar Paulo Victor, lateral do Alvinegro, tais questões foram levantadas.

+ Parte da diretoria do Botafogo quer vender Paulo Victor; outra ala deseja esperar mercado internacional

Decisões sobre transferências são feitas por quatro pessoas, que acabam formando um "colegiado" neste sentido: Durcesio Mello, presidente do clube, Vinícius Assumpção, vice-presidente, Jorge Braga, CEO, e Eduardo Freeland, diretor de futebol.

Os quatro se reúnem, apresentam pontos e nenhuma grande decisão é tomada sem que haja o consentimento de todos. Vale ressaltar que tudo também é acompanhado pelo Footure, que faz uma consultoria externa ao Botafogo, mas a empresa não tem "dedo" ou se mete nas decisões do clube.

Jorge Braga - Botafogo

Jorge Braga - Botafogo

Lance

Vinícius Assumpção, Jorge Braga e Durcesio (Vitor Silva/Botafogo)

O LANCE! publicou que ainda há uma divisão quanto a possível venda de Paulo Victor. Enquanto uma parte acha melhor vender o lateral agora por conta da dramática situação financeira, outra acha melhor esperar o mercado externo ou, até mesmo, uma maior valorização com o jogador ficando por mais tempo.

+ Veja a tabela da Série B

Ainda não há nenhuma decisão tomada. Os envolvidos se reuniram nesta segunda-feira para debater as opções e apresentar os pontos da negociação. É possível que haja atualizações nos próximos dias.

Últimas