Futebol David Luiz celebra volta aos jogos elogia departamento médico do Flamengo: 'Fizeram um grande trabalho'

David Luiz celebra volta aos jogos elogia departamento médico do Flamengo: 'Fizeram um grande trabalho'

O zagueiro voltou a atuar após um mês de recuperação de lesão muscular

Lance
Lance

Lance

Lance

A vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, nesta sexta no Maracanã, teve Michael como o principal protagonista. Afinal, o atacante fez os dois gols da equipe. Contudo, a partida também foi importante para David Luiz, que, recuperado de lesão que o afastou dos jogos em outubro, voltou a atuar pelo Rubro-Negro. Após o jogo, ainda no gramado o camisa 23 comentou o retorno.

- Foi difícil para mim chegar depois de tanto tempo sem jogar, depois de uma cirurgia. Jogar e, de repente, machucar logo no segundo jogo com toda expectativa com toda ansiedade e vontade de estrear. Tenho que agradecer, sem dúvida nenhuma, a todo Departamento Médico, que teve todo o cuidado e carinho comigo esse tempo todo - afirmou David ao Premiere, antes de seguir:

- Não é fácil, principalmente, as pessoas apontarem e dizerem que não fizeram um grande trabalho. Fizeram sim um grande trabalho. Na estreia, logo na semifinal da Libertadores foi mais decisão minha do que de qualquer outra pessoa. Eu queria jogar, queria estar em campo, eu vim para isso: representar o Flamengo dentro do campo. Feliz de voltar, fazer minha estreia no Brasileirão depois de tantos anos na Europa, pode jogar 90 minutos, poder sair com a vitória e poder sair sem tomar gol. É gratificante depois desse tempo todo.”

David Luiz foi um dos três reforços do Flamengo para o segundo semestre. O zagueiro estreou em setembro, fez duas partidas pela semifinal, e se lesionou. Agora, a três semanas da final da Libertadores, o camisa 23 está de volta à disposição do Renato Gaúcho. Assim como o técnico, o zagueiro não abre mão da disputa do Campeonato Brasileiro, no qual o Rubro-Negro é vice-líder.

- Estamos voltados para todas as competições: Brasileiro e a final da Libertadores. Tem nada perdido no Brasileiro. É difícil, mas como é o campeonato mais competitivo do mundo, tudo pode acontecer, a gente vai continuar fazendo o nosso trabalho - finalizou o zagueiro do Flamengo.

Últimas