Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Da voadora ao gol na Arena da Baixada: João Neto se destaca pelo Fluminense e vira opção para Fernando Diniz

Centroavante balançou as redes pela primeira vez como profissional

Futebol|

Lance
Lance Lance

No empate entre Fluminense e Athletico-PR, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o jovem João Neto foi o grande protagonista do Tricolor, como Fernando Diniz disse em coletiva de imprensa. Em seu primeiro jogo como profissional em 2023, o atleta mostrou que vem brigar por um espaço no elenco.

+ Confira a classificação do Brasileirão

E uma das curiosidades em relação ao confronto contra o Furacão é sua história na Arena da Baixada, que começou na decisão do Campeonato Brasileiro Sub-17 de 2020. O Lance! relembra o polêmico confronto que terminou com a taça nas mãos para o Time de Guerreiros, mas também com uma pancadaria generalizada.

VOADORA NO ROSTO

Publicidade

Peça da chamada "Geração dos Sonhos" do Fluminense, João Neto participou da conquista do Brasileirão Sub-17 em uma equipe que contava com os protagonismos de Kayky, Matheus Martins e Metinho. No jogo de ida da decisão com o Athletico-PR, os cariocas venceram a partida por 2 a 1.

+ Abel Braga revela como era trabalhar com Fred em entrevista exclusiva para o Lance! Assista!

Publicidade

Na volta disputada no Paraná, o Tricolor também vencia por 2 a 1, mas uma dividida entre o centroavante do Time de Guerreiros e Ataíde acabou em uma confusão generalizada. Nesse momento, o atacante levou um chute no rosto de João Gabriel, enquanto ainda foi acertado outras vezes enquanto estava caído no gramado.

Devido a confusão, João Neto, Alexsander (o volante do atual elenco), Metinho e Eduardo foram expulsos pelo lado do Fluminense, enquanto o Athletico-PR viu Ataíde, João Gabriel, Renan, Vinicius Amaral e Vitor do Carmo serem punidos com o cartão vermelho nos minutos finais da partida.

Publicidade

Apesar do ferimento no rosto, o jogador comemorou o troféu conquistado em dezembro de 2020 antes de ser lançado aos profissionais aos poucos.

GOL NA ARENA DA BAIXADA

Publicidade

Em 2021, João Neto conquistou algumas oportunidades no Fluminense de Roger Machado contra Madureira, pelo Campeonato Carioca, Athletico-PR e Sport, ambos pelo Brasileirão. No entanto, o atleta era mais visto nas competições de base do que na equipe profissional.

No fim daquele ano, o atleta ainda passou por duas cirurgias no tornozelo esquerdo e não foi aproveitado no Tricolor em 2022. Até que no último domingo (27), o atacante voltou a ganhar uma chance com Fernando Diniz diante do Furacão, na Arena da Baixada, palco em que havia recebido uma voadora no rosto quase três anos antes.

Além de ter tido participação na jogada em que saiu o gol de Guga, João Neto balançou as redes pela primeira vez como profissional do Fluminense. Na entrevista coletiva, o treinador do Time de Guerreiros afirmou que o camisa 32 foi o protagonista da partida após ter saído do banco e mudado a cara do confronto.

E há grande expectativa dos torcedores pela presença do centroavante no banco de reservas nos próximos jogos e sendo uma opção para o lugar de Germán Cano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.