Futebol Cuca terá dor de cabeça para montar lateral-direita do Santos contra o Ceará

Cuca terá dor de cabeça para montar lateral-direita do Santos contra o Ceará

Pará é provável desfalque e Madson dúvida para o duelo diante o Vozão. Balieiro e Pileggi podem ficar com a vaga na posição

Lance
Lance

Lance

Lance

A lateral-direita do Santos será a grande dor de cabeça para o técnico Cuca nesta semana. Pará e Madson seguem no Departamento Médico e são dúvidas para encarar o Ceará, neste domingo (27), às 18h15, pela 27a rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro.

Pará está praticamente descartado do confronto diante do Vozão. Com um edema na região posterior da coxa, a recuperação do camisa 4 é mais cautelosa, inclusive, visando às semifinais da Libertadores, que iniciam para o Peixe no dia 06 de janeiro.


> Veja a classificação do Brasileirão e simule os próximos jogos

Já a situação de Madson pede uma maior observação nos próximos dias. Atuando como atacante pela direita na derrota por 1 a 0 contra o Vasco, no último domingo (20), em São Januário, pela 26a rodada do Brasileirão, o camisa 13 deixou o campo no segundo tempo com dores na região posterior da coxa. Além do lateral, o volante Jobson, com uma tendinite no tornozelo, e que nem viajou ao Rio de Janeiro, também será observado nos próximos dias para saber se terá condições de encarar os cearenses.

Caso Pará e Madson não tenham condições de jogo, Cuca terá duas opções para compor a lateral-direita: Fernando Pileggi e Vinicius Balieiro. O primeiro, fez a sua estreia pelo Alvinegro contra o Vasco, mas teve a infelicidade do único gol da partida ter saído nas suas costas. Contudo, ao fim do jogo, o atleta foi elogiado pelo treinador santisa, que disse que o garoto tem treinado bem.

Já o segundo, retornou aos treinamentos nesta terça-feira (22), após ser diagnosticado dom Covid-19. O meia já atuou pela lateral na base santista, tanto que treinou na posição nas vésperas da partida contra o Flamengo, pelo Brasileiro, há duas semanas, tendo que ficar de fora justamente por conta da contaminação pelo coronavírus. Agora, à disposição, o jogador pode ser testado pelo treinador em uma "nova posição".

Últimas