Futebol Cruzeiro segura Palmeiras e avança à decisão da Copa do Brasil

Cruzeiro segura Palmeiras e avança à decisão da Copa do Brasil

Novamente com gol de Barcos, time mineiro aproveitou-se da vantagem construída no Allianz Parque para avançar. Corinthians será o rival na decisão

Novamente com gol de Barcos, Raposa aproveitou-se da vantagem construída no Allianz Parque para seguir em busca do bicampeonato. Corinthians será o rival na decisão

Jogadores do Cruzeiro comemoram vaga na final da Copa do Brasil

Jogadores do Cruzeiro comemoram vaga na final da Copa do Brasil

DANIEL OLIVEIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 27.9.2018

O Cruzeiro segurou empate em 1 a 1 com o Palmeiras no Mineirão, nesta quarta-feira, resultado suficiente para garantir a vaga na final da Copa do Brasil. Atual campeã do torneio, a Raposa enfrentará na decisão o Corinthians, que tirou o Flamengo.

Barcos, ex-Verdão, foi decisivo para a classificação. O argentino fez o gol da vitória celeste por 1 a 0 no Allianz Parque e abriu o placar em Belo Horizonte (MG). Felipe Melo igualou o placar, mas o time de Luiz Felipe Scolari não conseguiu a virada, necessária para definir a vaga nos pênaltis.

Houve ainda uma confusão entre os jogadores quando o árbitro apitou o fim da partida. Os palmeirenses foram primeiro para cima de Lucas Romero, e no meio da confusão Sassá acertou um soco em Mayke. O centroavante foi expulso, assim como Diogo Barbosa.

O Cruzeiro agora pode se tornar o maior campeão da Copa do Brasil: busca o sexto título da Copa do Brasil, o segundo seguido. Já o Palmeiras terá de se contentar com a Libertadores e o Campeonato Brasileiro.

Filme repetido?

O Palmeiras bateu na tecla de que não poderia atacar “na loucura” e mesmo em desvantagem começou o jogo de forma conservadora, sem se expor para o contra-ataque do Cruzeiro, novamente sem Arrascaeta e que também não se mostrava ávido em ir para cima do Verdão.

As estratégias fizeram com que a primeira metade da etapa inicial passasse sem nenhuma finalização a gol. A primeira delas foi da Raposa, assim como no Allianz Parque. E como na ida, Barcos aproveitou um contragolpe para abrir o placar.

Felipe Melo dá esperança

Depois da primeira etapa insossa, o Palmeiras voltou com duas novidades (Guerra e Deyverson) mais ligado do intervalo e ganhou um impulso logo cedo: Felipe Melo aproveitou o escanteio de Dudu e venceu Dedé no alto para empatar o jogo.

O momento do jogo mostrava-se favorável ao lado alviverde, que mesmo sem chances claras passou a ficar com a bola mais no ataque. Foi então que as trocas do técnico Mano Menezes (Bruno Silva e Sassá) fizeram a Raposa empurrar o Verdão de volta para o campo de defesa e assim controlar o resultado.

Tabu mantido na busca pelo bi

O Cruzeiro chegou a dez jogos de invencibilidade contra o Palmeiras: são quatro vitórias e seis empates desde o último triunfo alviverde, em 2015, no Mineirão, também pela Copa do Brasil. Aquela edição acabou com o time palmeirense comemorando o título. Agora, a Raposa espera repetir a festa que fez em 2017.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 PALMEIRAS
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 26/9/2018 - 21h45
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Kleber Lucio Gil (Fifa/SC)
Público/renda: 37.959 pagantes/R$ 2.128.080,00
Cartões amarelos: Egídio (CRU), Willian, Antonio Carlos, Felipe Melo e Borja (PAL)
Cartões vermelhos: Sassá (CRU) Diogo Barbosa e Mayke (PAL) - Todos após o jogo
Gols: Barcos (26'/1ºT) (1-0), Felipe Melo (4'/2ºT) (1-1),

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho (Mancuello, aos 37'/2ºT), Thiago Neves (Bruno Silva, aos 17'/2ºT) e Rafinha; Barcos (Sassá, aos 17'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

PALMEIRAS: Wéverton; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Guerra, no intervalo) e Moisés (Jean, aos 38'/2ºT); Willian, Dudu e Borja (Deyverson, no intervalo). Técnico: Felipão.