Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Cristiano Ronaldo diz que se sente traído no United e detona técnico: 'Não tenho respeito por ele'

Astro português expôs sua insatisfação em entrevista bombástica. CR7 ainda disse que o clube estaria forçando sua saída

Futebol|Do R7


Os atritos entre Cristiano Ronaldo e Erik Ten Hag, técnico do Manchester United, ganharam outro capítulo neste domingo (14). Em entrevista bombástica ao jornalista Piers Morgan, o português detonou o treinador holandês e desabafou sobre sua situação nos Red Devils, dizendo se sentir traído no clube inglês. 

O jogador chegou a afirmar ser positivo quando perguntado se o Manchester United estaria tentando forçar sua saída. "Não só o técnico, mas outros dois ou três caras no clube. Eu me senti traído. Sinto que algumas pessoas não me queriam aqui", disse.

Em entrevista, CR7 detona Ten Hag e diz que se sente traído no Manchester United
Em entrevista, CR7 detona Ten Hag e diz que se sente traído no Manchester United

Cristiano também disparou contra o técnico Erik Ten Hag. Desde o início da temporada, o português não teve uma boa relação com o comandante e ainda disse que não há respeito nenhum entre os dois. "Não tenho respeito por ele porque ele não demonstra respeito por mim. Nunca vou ter respeito."

Outro treinador sobre quem Cristiano Ronaldo falou foi o alemão Ralf Rangnick, que foi o técnico interino do United na temporada passada, e também o criticou. "Se você nem técnico é, como vai treinar o Manchester United? Eu nunca tinha ouvido falar dele", declarou Ronaldo.

Publicidade

Decadência do United

Ronaldo também criticou a situação do Manchester United desde o fim da era Ferguson. Para ele, o clube não apresentou nada de novo desde que o treinador saiu e explicou o real motivo de ter escolhido jogar nos Red Devils.

"Desde que Alex Ferguson saiu, nada mudou por aqui. Quando decidi vir jogar aqui, eu segui apenas o meu coração", disse.

Publicidade

Por fim, Ronaldo também afirmou que não seria problema o Manchester United ter que colocá-lo na barca, caso precise se reformular. "Como disse Picasso, é preciso destruir para reconstruir. E, se começarem por mim, não há problema. Um clube deste tamanho deveria estar no topo, mas não é o caso, não há desculpas", afirmou.

Cristiano Ronaldo teve uma temporada bastante conturbada no Manchester United. Com um começo turbulento, inclusive forçando uma transferência, o português chegou a ficar no banco por não ter participado da pré-temporada e a ser barrado após abandonar o jogo contra o Tottenham. Ele marcou 3 gols e deu 2 assistências em 18 jogos.

Publicidade

Apesar do início de temporada turbulento, CR7 foi convocado para representar a seleção portuguesa na Copa do Mundo. O técnico Fernando Santos acredita que o jogador está com vontade de demonstrar sua capacidade e confia no atacante.

Conheça a história do ex-goleiro da Espanha que perdeu Copa do Mundo por causa de perfume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.