Futebol Cria do Flamengo, Bill consegue deixar a Ucrânia e está a caminho do Brasil: 'A luta ainda não terminou'

Cria do Flamengo, Bill consegue deixar a Ucrânia e está a caminho do Brasil: 'A luta ainda não terminou'

Bill, que defende o clube ucraniano Dnipro-1, havia feito apelo às autoridades brasileiras após a invasão da Rússia

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de fazer um apelo às autoridades e relatar o seu drama para deixar a Ucrânia, Bill, atacante revelado pelo Flamengo e que atualmente defende o Dnipro-1, enfim conseguiu sair do país em guerra por meio da fronteira com a Romênia. Em uma rede social, tranquilizou os seus seguidores:

- Pessoal, conseguimos sair pela fronteira Ucrânia x Romênia. Graças a Deus deu tudo certo. Estou no aeroporto a caminho do Brasil. Mas a nossa luta ainda não terminou. Tem outras pessoas presas na Ucrânia sem saber o que fazer e sem saber pra onde ir. Orem, ajudem, façam o que for possível para tentar resgatá-los daquele caos que está - disse o jogador de 22 anos.



Bill havia postado o seguinte, antes de conseguir deixar a Ucrânia, onde atua desde meados de 2020:

- Aproveitando para pedir ajuda as nossas autoridades, as pessoas que podem nos ajudar a sair do país nesse momento que estamos vivendo. Estamos com uma dificuldade enorme de sair do país. Não só nós, jogadores, mas estudantes, trabalhadores brasileiros que estão aqui. O que puderem fazer para ajudar, compartilhar o vídeo para chegar nas autoridades que podem tomar atitudes. Vamos ficar muito gratos. Qualquer ajuda será muito bem-vinda.

Na negociação, o Rubro-Negro faturou cerca de 400 mil euros, aproximadamente R$ 2,5 milhões, por 60% dos direitos econômicos de Bill. Por conta da recente e brutal invasão russa, ainda é cedo para saber ao certo o futuro do atleta no futebol ucraniano.

Últimas