Futebol Coronavírus: Futebol Chinês elabora plano para combater a doença

Coronavírus: Futebol Chinês elabora plano para combater a doença

Segundo o diário 'Beijing Youth Daily', os torcedores terão que se sentar pelo menos um metro de distância um dos outros, assim como os reservas deverão usar máscaras 

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quarta, a Super Liga Chinesa (CSL) anunciou que pretende elaborar um plano para combater o coronavírus e manter jogadores e torcedores em segurança no retorno do futebol no país. Ela pretende lançar a temporada no final de junho ou início de julho e as partidas serão realizadas inicialmente com os portões fechados, assim como a Bundesliga e a K-League.

Neste sentido, a Associação Chinesa de Futebol (CFA) pretende seguir o caminho de Alemanha e Coréia do Sul, que lideram o movimento para o recomeço do futebol, apesar do constante medo do contágio e um de um novo surto do vírus nos continentes. Assim, segundo as autoridades da modalidade no país, a liga chinesa não terá comemorações de gols e torcedores.

De acordo com o diário 'Beijing Youth Daily', como medida de segurança, os torcedores terão que se sentar pelo menos um metro de distância um dos outros, assim como os reservas serão espaçados e deverão usar máscaras no banco. Cabe salientar, que todas as medidas serão analisadas pelo governo chinês antes da definição.

- Além disso, para o jogo em si, a liga também cancelará mascotes [crianças], apertos de mão de equipe, fotos de grupo e outras atividades - afirmou o relatório da Liga Chinesa e em seguida completou.

- A área de fotojornalistas ficará limitada a atrás da linha do gol e da linha lateral. Depois que um gol é marcado, os jogadores não podem se reunir e abraçar, todas as comemorações serão substituídas por aplausos - finalizou.

A Liga, que deveria ter começado dia 22 de fevereiro, foi uma das primeiras vítimas esportivas da pandemia de COVID-19. Contudo, o futebol chinês está se aproximando do início da temporada, depois que as autoridades anunciaram a redução no número de infecções locais.

Últimas