Futebol Corinthians teve apenas um defensor no banco de reservas contra o Santos

Corinthians teve apenas um defensor no banco de reservas contra o Santos

Somente Raul Gustavo foi opção no setor no Clássico Alvinegro do último fim de semana. Ainda assim, diretoria vê plantel bem servido defensivamente e não planeja reforços

Lance
Lance

Lance

Lance

Com perdas recentes e sem reforços no sistema defensivo, o Corinthians tem se virado com o que tem no setor. No empate em 0 a 0 contra o Santos, no último domingo (8), pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, o zagueiro Raul Gustavo foi o único defensor no banco de reservas corintiano.

No time titular corintiano contra o Peixe, a primeira linha defensiva foi formada por João Victor e Gil, fazendo a dupla de zaga, e Fagner e Fábio Santos compondo as laterais.

O lateral-esquerdo Lucas Piton foi desfalque no Clássico Alvinegro, pois sentiu um desconforto na região lombar na véspera da partida.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Já em relação a ala direita, o Timão não possui uma alternativa desde abril, quando emprestou Michel Macedo ao Juventude. No momento, o substituto natural de Fagner é o zagueiro titular, João Victor, que atuou pela lateral em 2020, quando estava emprestado ao Atlético-GO. Matheus Alexandre, que retornou de empréstimo junto a Inter de Limeira, após o fim do Paulistão, foi relacionado apenas três vezes pelo técnico Sylvinho, contra Chapecoense, Fortaleza e Atlético-MG, esta última no dia 17 de julho, ficando apenas no banco de reservas em todas as ocasiões, e segue ‘encostado’ no clube.

Referente a zaga, Raul tem sido constantemente o único reserva do Corinthians desde o início de julho, quando terminou o contrato de Jemerson e o vínculo não foi renovado, Bruno Méndez (que também era utilizado como opção à Fagner, na lateral-direita) foi emprestado ao Internacional, e Danilo Avelar teve comunicado o seu desligamento do clube, após ser autor de um comentário racista durante um jogo online – o atleta segue vinculado ao Timão, pois se recupera de uma lesão no joelho, mas após encerrar o tratamento as partes trabalharão o processo de rescisão contratual.

Léo Santos, que seria uma alternativa para a zaga corintiana, já que desde abril está recuperado de uma lesão no joelho que o tirou dos gramados por cerca de dois anos, não é relacionado para um jogo do time profissional do Corinthians desde o dia 9 de junho, no empate sem gols entre Atlético-GO e Timão, em Goiânia, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil. Após esse jogo, o zagueiro foi titular e atuou durante 90 minutos em outro 0 a 0, mas dessa vez contra o Red Bull Bragantino, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes, no dia 17 de junho.

O garoto Belezi, do sub-20, chegou a ser relacionado em uma oportunidade, a derrota corintiana por 2 a 1, de virada, para o Galo, na Neo Química Arena, mas ficou apenas no banco de reservas e, desde então, não voltou a ser convocado para um jogo do time profissional, retornando à titularidade do sub-20.

Recentemente, em entrevista à rádio Capital, de São Paulo, o presidente Duílio Monteiro Lopes rechaçou a possibilidade de investir em atletas para o sistema defensivo, enxergando o setor como ‘bem servido’.

– Em relação ao sistema defensivo, a gente entende que o Corinthians está bem servido, com o Gil e o João Victor, que vem fazendo grandes jogos. A gente está muito contante com o desenvolvimento dele. Tem o Raul Gustavo e o Léo Santos, que são ótimos jogadores, formados aqui no Corinthians. Temos outras opções na base, que já vem treinando com a gente, como o Belezi. Então, a gente tem a preocupação, dentro do nosso planejamento, de deixar espaço para os atletas jovens, que a gente possa revelar também. Se a gente contrata muito, os jovens não vão ter oportunidades. A gente está querendo fazer essa mescla. E no sistema defensivo a gente não pensa em contratação – afirmou o mandatário corintiano na ocasião.

Quando precisa compor o sistema defensivo durante os treinamentos do dia a dia, Sylvinho tem utilizado atletas do sub-20 e sub-23 emprestados, mas não sinaliza promover alguns até o momento.

Últimas