Futebol Corinthians terá acordo com empresa de telefonia celular e Colagrossi projeta camisa mais 'limpa' até 2023

Corinthians terá acordo com empresa de telefonia celular e Colagrossi projeta camisa mais 'limpa' até 2023

Novo patrocínio deve ser anunciado nos próximos dias, mas a marca ainda não foi revelada. Dirigente acredita que no terceiro ano de mandato uniforme estará mais vazio

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians iniciou a tarde desta terça-feira com o anúncio de novidades em termos de patrocínio, mas elas não devem parar por aí, já que em breve um novo acordo deve ser divulgado pelo clube, dessa vez com uma empresa de telefonia celular. Apesar das diversas fontes de receitas, que podem passar de R$ 100 milhões, a ideia é ter uma camisa mais "limpa" nos próximos anos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Confira os clubes que já estão garantidos na Copa Libertadores 2021

Em entrevista coletiva virtual, José Colagrossi Neto, superintendente de comunicação e marketing do Timão, comentou as novas negociações de patrocínio e revelou o acordo encaminhado com uma empresa de telefonia celular, além disso ele negou que essas tratativas sejam condicionadas ao desempenho do time em campo, como a ida para a Copa Libertadores.

- Temos mudanças de parcerias com oito empresas, são oito parceiros. A negociação segue com mais alguns. Fechamos uma parceria com uma empresa de telefonia celular que trará uma receita importante, em mais uma semana talvez a gente anuncie, mas já está fechado. E se contar as que tão em curso, temos uma dezena de conversas. Todas as negociações foram intensas, com momentos melhores e piores, mas em nenhuma vez a performance do clube em campo foi discutida. Acima de tudo, somos o Corinthians, o maior das Américas, com 30 milhões de apaixonados. O acordo vai muito além da performance. Nunca houve essa preocupação. Existe confiança na gestão.

Apesar de esses inúmeros patrocínios, principalmente na camisa, estarem trazendo aos poucos um alívio financeiro para o clube, o excesso de logos no uniforme não agrada o torcedor, que vê muita poluição no manto alvinegro. Segundo Colagrossi, "limpar" a camisa é um objetivo dessa gestão, não neste momento, mas talvez para o terceiro ano de mandato de Duílio na presidência.

- Esse é o destino, mas tem uma longa jornada. A nossa meta principal é sanear o clube financeiramente. Existe uma dívida que sufoca a gente, precisamos equacioná-la para que os investimentos do clube voltem a acontecer. A ambição da camisa limpa está lá na frente, mas precisamos de patrocínio para fazer frente a essa dívida. Ninguém quer mais do que nós uma camisa limpa, vamos chegar lá um dia, mas é uma jornada. O que eu espero é que no terceiro ano a gente tenha um número menor de patrocinadores na camisa. Para isso ser realidade, isso que estamos fazendo precisa acontecer.

Atualmente, o futebol masculino do Corinthians conta com os seguintes patrocinadores na camisa:

1) Vitaminas Neo Química (patrocínio máster, até 12/2025)
2) Banco BMG (antes máster, agora nos ombros, contrato até 12/2026)
3) Positivo (barra das costas, até 12/2021)
4) Ale (barra frontal, até 4/2021)
5) Guaraná Poty (parte de trás do calção, até 12/2022)
6) Galera Bet (mangas, porém fora temporariamente, contrato até 7/2025)
7)) Serasa (antes nos ombros, agora nas mangas, contrato até 4/2021)
8) Cartão de Todos (parte da frente do calção, até 4/2022)
9) Hapvida (peito, até 8/2021)
10) Midea (parte de cima das costas, até 12/2021)

Últimas