Futebol Corinthians supera metas e arrecada quase o dobro do previsto em premiações no ano

Corinthians supera metas e arrecada quase o dobro do previsto em premiações no ano

Somando Paulista, Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, Timão faturou R$ 110,5 milhões em premiações

Lance
Lance

Lance

Lance

Antes do início da temporada, o Corinthians divulgou um documento onde planejava faturar cerca de R$ 58 milhões em premiações no ano. Com o fim do Campeonato Brasileiro, o clube alvinegro quase dobrou a expectativa financeira em premiações para 2022, faturando R$ 110,5 milhões.

+ Quais são os maiores hoje? Site antecipa Ranking Nacional de Clubes da CBF 2023

A expectativa da diretoria alvinegra para o Timão no Brasileirão era terminar na 7ª posição, arrecadando R$ 31,5 milhões, mas o Time do Povo finalizou a competição em 4º lugar, faturando R$ 38,2 milhões. Já com a vaga à fase de grupos da Libertadores assegurada, o elenco lutou pelo segundo lugar, mas ficou atrás de Internacional e Fluminense.

A Copa do Brasil foi a competição na qual o Corinthians mais superou o planejamento. A diretoria tinha feito o orçamento de 2022 colocando como meta chegar às oitavas de final do torneio, mas a equipe de Vítor Pereira foi além e disputou a grande final. O sonho de faturar uma taça acabou nas penalidades diante do Flamengo. Mesmo assim, o clube paulista faturou R$ 41,8 milhões ao longo do mata-mata.

Na Libertadores, o objetivo traçado era pelo menos avançar na fase de grupos, faturando 4,05 milhões de dólares (R$ 21,6 milhões na cotação atual) em premiações da Conmebol, mas o clube alvinegro alcançou às quartas de final, arrecadando 5,55 milhões de dólares (R$ 29,6 milhões na cotação atual).

+ Veja como ficou a classificação geral do Campeonato Brasileiro

No Campeonato Paulista, o Corinthians atingiu à risca o objetivo previsto, chegando até a semifinal e adicionando aos cofres do clube R$ 750 mil.

Não obstante, ao longo da temporada o Timão também conseguiu bater sua meta de arrecadação em vendas, estipulada em R$ 91 milhões. As vendas do volante Ederson ao Salernitana, da Itália, Gabriel Pereira ao New York City, dos Estados Unidos, e zagueiro João Victor, negociado com o Benfica, de Portugal fizeram o clube faturar cerca de R$ 100 milhões.

Com os valores de direitos de transmissão, patrocínios e a arrecadação da Neo Química Arena, o presidente Duílio Monteiro Alves espera que o Corinthians feche o ano com R$ 750 milhões em receitas e reduza ainda mais a dívida. Segundo o balancete de junho, a dívida geral está em R$ 917,5 milhões.

Últimas