Corinthians pode enfrentar o Bahia sem centroavante de ofício; entenda

Com uma possível punição de Jô nesta segunda-feira e caso Boselli não se recupere de lesão, Coelho precisará encontrar uma nova alternativa para escalar o ataque titular

Lance

Lance

Lance

O Corinthians terá apenas dois treinamentos para se preparar para enfrentar o Bahia, na próxima quarta-feira, pela 11ª rodada do Brasileirão-2020 e Dyego Coelho pode ter um baita problema para escalar o time titular. Isso porque ele pode não contar com seus centroavantes do elenco, que têm participação indefinida no duelo. Sendo assim, uma nova alternativa deve ser buscada.

A indefinição se dá, principalmente, pela possibilidade de Jô ser punido pelo STJD, em julgamento que ocorre nesta segunda-feira, às 14h, por conta de uma suposta agressão do corintiano no zagueiro Diego Costa, do São Paulo. A procuradoria do órgão denunciou o atacante por considerar que ele agrediu o rival com um soco, que não foi identificado pela arbitragem do clássico.

Essa punição, caso o tribunal confirme a agressão denunciada, pode ser de quatro a 12 jogos. É claro que o Corinthians ainda poderá tentar um efeito suspensivo, que liberaria o jogador até o julgamento do recurso, caso o clube não aceite a decisão do STJD. Ainda assim, a possibilidade de perder o centroavante é real e será preciso encontrar um plano B para isso.

A necessidade é agravada pelo fato de o outro centroavante do elenco, Mauro Boselli, estar fora de combate por conta de uma entorse no tornozelo direito. O jogador se encontra em tratamento e já foi desfalque nos últimos dois jogos do Timão. Dificilmente o argentino terá condições de estar disponível na próxima quarta-feira. Sendo assim, ele é mais uma incógnita para a posição.

Perguntado em coletiva virtual sobre a possibilidade de ter essa lacuna a resolver para a partida da 11ª rodada, Dyego Coelho disse já ter um "plano B" para essa situação e não descarta a utilização de jovens da base. Mesmo assim, ele prega cautela, e prefere aguardar o desenrolar dos casos para agir.

- Nós temos dois atacantes de área, se isso vier a acontecer, a gente tem que ter um plano B e a gente já tem isso, mas vamos esperar acontecer primeiro, trazer alguns meninos já estava na nossa pauta, então é esperar acontecer para a gente colocar em prática o nosso plano - explicou o treinador alvinegro.

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Bahia, na Neo Química Arena, às 21h30, pela 11ª rodada do Brasileirão-2020. Atualmente o Timão tem nove pontos e encontra-se na 15ª posição na tabela, mesma pontuação do Botafogo, primeiro clube na zona de rebaixamento.