Futebol Corinthians inicia a Copa do Brasil mais confortável do que em estreias pelo Brasileiro e Libertadores

Corinthians inicia a Copa do Brasil mais confortável do que em estreias pelo Brasileiro e Libertadores

As três vitórias consecutivas deram novo ar para o Timão iniciar nova competição em abril

Lance
Lance

Lance

Lance

Em uma sequência de três vitórias consecutivas, a primeira desde a chegada do técnico Vítor Pereira, o Corinthians chega para a estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (20), às 21h30, contra a Portuguesa/RJ, no estádio do Café, em Londrina/PR, em uma situação diferente do que iniciou na Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro, nas duas últimas semanas.

Na competição continental, o momento era de incerteza, já que o time teve nove dias livres para se preparar, após ser derrotado por 2 a 1 para o São Paulo, na semifinal do Campeonato Paulista, no último dia 27 de março.

Ainda assim, mesmo com todo o tempo que teve para treinar visando a primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, o Timão foi vencido pelo Always Ready, por 2 a 0, na primeira vez em que o clube alvinegro foi derrotado para um time boliviano.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão na Copa do Brasil
> GALERIA - Veja todos os treinadores estrangeiros do Corinthians


Ainda que a partida tivesse sido disputada na cidade de La Paz, com 3.600 metros de altitude, o Corinthians foi apático contra os albirrojos, o que suscitou uma onde forte de protestos quando o elenco voltou ao Brasil.

Essa onda, que também contou com ameaças e situações isoladas que excedem ao futebol, iniciou três dias antes da estreia corintiana no Brasileirão, também fora de casa, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, no último dia 10 de março.

E foi a partir do confronto diante do time carioca que o Timão voltou a corresponder dentro das quatro linhas.

Nos resultados ficou claro, com as três vitórias no período, sendo, além do Botafogo, o Deportivo Cali, da Colômbia, pela Libertadores, e o Avaí, pelo Brasileirão. Mas a questão é que o desempenho do Timão melhorou. E, mesmo havendo queda de rendimento na etapa final e alguns erros em determinados momentos do jogo, a equipe do Parque São Jorge tem feito o que se espera, dominando ações, buscando jogo e fechando espaços.

Portanto, por meio de toda essa realidade, a estreia na Copa do Brasil, contra a Portuguesa/RJ, neste semana, desponta como um início de competição mais tranquilo que o Timão terá, pelo menos na ‘Era Vítor Pereira’ – se bem que o começo corintiano no Paulistão, ainda com Sylvinho, foi turbulento, por conta da pressão já carregada na temporada anterior contra o treinador, que permaneceu no cargo, mas foi dispensado três jogos depois.

Como disputa a Copa Libertadores, o Corinthians iniciará na Copa do Brasil direto na terceira fase.

Já a Lucas carioca passou por CRB/AL e Sampaio Corrêa/MA nas fase anteriores, ambos com vitórias em casa.

No entanto, contra o Timão a equipe carioca não poderá utilizar o seu estádio, o Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, pois ele não atende a necessidade mínima de ter 10 mil torcedores de capacidade no local que receberá o duelo.

Houve uma tentativa da diretoria da Portuguesa em utilizar o estádio Nilton Santos ou São Januário, mas os valores foram considerados altos.

Então, o time do Rio de Janeiro preferiu sair do Estado para encarar o Timão, a fim de encorpar a situação financeira do clube e dar condições de disputar com maior competitividade o Brasileirão da Série D.

Com isso, a Portuguesa carioca recebe o Corinthians no estádio do Café, em Londrina.

Últimas