Futebol Corinthians faz 110 anos em má fase dentro de campo e novidade

Corinthians faz 110 anos em má fase dentro de campo e novidade

Timão completa 110 anos de vida com maus resultados dentro de campo, porém com esperança na parte administrativa, com a chegada do naming rights da Arena 

Lance
Anúncio de naming rights traz esperança

Anúncio de naming rights traz esperança

Lance

O Corinthians completa nesta terça-feira (1), 110 anos de vida. O clube, que foi fundado no dia 01 de setembro de 1910, vem com um mau desempenho nesta temporada dentro das quatro linhas, mas reúne esperanças com questões extra-campo, depois do anúncio dos naming rights da Arena, realizado na última madrugada.


O aproveitamento do Corinthians nos cinco primeiros jogos do Brasileirão-2020 não é bom. Com apenas uma vitória e cinco pontos até aqui, o time de Tiago Nunes se encontra na parte de baixo da tabela e com o status de pior campanha em um início de campeonato nacional desde a edição 2012, quando, a essa altura, ocupava a lanterna na classificação, sem ainda ter triunfado.

Foram cinco jogos no torneio nacional, sendo uma vitória (contra o Coritiba), dois empates (contra Grêmio e Fortaleza) e duas derrotas (Atlético-MG e São Paulo). São apenas cinco pontos conquistados em 15 possíveis até aqui, ou seja, 33,3% de aproveitamento e dez pontos pelo caminho. Nesses cinco primeiros jogos na edição atual do Brasileiro, o Timão sofreu sete gols, pior desempenho defensivo do clube no início desses nove campeonatos.

Euforia por naming rights

Se dentro de campo as coisas não andam como planejado, fora dele a situação mudou de figura. Apesar do recorde no déficit e seguidos processos na Justiça, o Corinthians conseguiu um belo trunfo com o acordo da Neo Química para ser dona dos naming rights da Arena com valores que se aproximam dos R$ 350 milhões por 20 anos de exploração do estádio.

A Caisa Econômica Federal informa que o Fundo da Arena Corinthians deve R$ 536 milhões. O clube contesta e diz que a dívida está em torno de R$ 485 milhões. Querendo ou não, o valor que o Timão irá receber alivia esse problema, fruto de muita preocupação para o setor financeiro da equipe.

Veja quem são os brasileiros entre as 50 grandes promessas de 2020

Últimas