Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Corinthians entrará com recurso no STJD para tentar reverter perda de mando de campo no Brasileirão

Timão perdeu um mando de campo no Brasileirão pelos cantos homofóbicos entoados pela torcida no Majestoso, contra o São Paulo

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O Corinthians vai recorrer da punição imposta pelo STJD na tentativa de reverter a perda de mando de campo no Brasileirão. O Timão foi punido pelos cânticos homofóbicos entoados pela torcida durante o empate por 1 a 1 com o São Paulo, na Neo Química Arena.

+ Lance! estreia nova marca e se reposiciona no mercado de mídia esportiva

O departamento jurídico do Timão aguarda a baixa no acórdão judicial sobre o caso para montar a estratégia de defesa. A data do novo julgamento ainda não foi definida.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Publicidade

Caso a decisão não seja revertida, o clube jogará em Itaquera sem sua torcida contra o Red Bull Bragantino, em duelo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Tendo como base a renda bruta média do Corinthians como mandante, o Alvinegro deixaria de faturar cerca de R$1,5 milhão sem a renda da partida contra a equipe de Bragança.

ENTENDA O CASO

Publicidade

Durante o Majestoso contra o São Paulo, grande parte da torcida corintiana entoou cânticos homofóbicos contra o rival. Os alto-falantes e telões da Neo Química Arena veicularam mensagens de conscientização e ressaltaram que o Alvinegro poderia ser punido pelos cantos, mas os torcedores não pararam.

+ Timão se afasta do Z4? Veja tabela e os próximos jogos do Brasileirão

Publicidade

O árbitro Bruno Arleu de Araújo relatou o ocorrido em súmula e o Corinthians foi enquadrado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata sobre "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência.

Assim, o Timão se tornou o primeiro clube brasileiro punido com perda de mando de campo por cânticos homofóbicos após a implementação do novo Regulamento Geral das Competições da CBF.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.