Futebol Corinthians aposta em campeões brasileiros pelo clube em 2015

Corinthians aposta em campeões brasileiros pelo clube em 2015

Cinco atletas que iniciaram a campanha que culminou no sexto título brasileiro do clube, há seis anos, estão no atual elenco

Lance
Renato Augusto fez gol no jogo em que retornou

Renato Augusto fez gol no jogo em que retornou

Lance

Parte da Geração de 2015 do Corinthians está em 2021. Cinco atletas que iniciaram a campanha que culminou no sexto título brasileiro do clube, há seis anos, estão no atual elenco, mas apenas o meia Renato Augusto foi às redes na sua estreia.

O camisa 8 fez o seu primeiro jogo desde o retorno no último domingo (15), e anotou o terceiro tento corintiano na vitória por 3 a 1 sobre o Ceará, na Neo Química Arena, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.


E o comparativo de atletas pode ser ampliado se somarmos outros quatro jogadores que conquistaram o Brasileirão de 2015 pelo Timão, deixaram o clube, retornaram, mas saíram novamente no futuro.

Entre Cássio, Fagner, Fábio Santos, Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson, Vagner Love e Emerson Sheik, o primeiro é o que está há mais tempo no Time do Povo, mas nunca foi às redes. Já o lateral-direito Fagner, que chegou ao Corinthians em 2014, foi outro que não saiu mais do clube, desde então.

Os outros sete atletas tiveram uma reestreia, com apenas Renato marcando em seu jogo de retorno.

Fábio Santos esteve somente nas sete primeiras partidas do título corintiano de 2015, quando foi vendido ao Cruz Azul, do México. Posteriormente, retornou ao Timão, fazendo a sua primeira partida do retorno no dia 21 de outubro do ano passado, mas voltando a marcar gols dois jogos depois, no dia 7 de novembro, em um empate em 1 a 1 contra o Atlético-GO, em Goiânia.

Gil saiu do Corinthians logo após a conquista do Brasileirão, em 2015, migrando para o Shandong Luneng, da China, mas retornando em 2019. A reestreia do zagueiro foi no dia 14 de julho, mas o gol da ‘volta para a casa’ só veio a ocorrer cerca de três meses depois, em 10 de outubro, em um empate em 2 a 2 contra o Athletico-PR, em São Paulo.

No caso de Ralf, que atualmente está sem clube, o meia também saiu após conquista nacional há seis temporadas, depois atuou por dois anos no Beijing Guoan, da China, ao lado de Renato Augusto, voltou ao Timão em 2018, fazendo a sua estreia em março, mas indo às redes só em novembro. Fez a sua última temporada com a camisa corintiana no ano seguinte. Em 2020, atuou pelo Avaí, mas se desligou do clube catarinense neste ano.

Jadson foi outro que foi vendido pelo Timão após ser campeão brasileiro, também parao futebol chinês, este para o Tianjin Tianhai, mas ficando no país asiático apenas no ano seguinte, quando retornou ao Parque São Jorge.

A reestreia do camisa 10 foi no dia 1º de março de 2017, contra o Brusque, pela Copa do Brasil daquele ano, mas o primeiro gol, após o retorno ocorreu quase um mês depois, no dia 29 de março, numa vitória corintiana por 3 a 1 contra o Linense, pelo Campeonato Paulista.

No comando de ataque, Vagner Love foi mais um que foi negociado pelo Corinthians após se destacar na conquista do Brasileirão de 2015. Vendido ao Mônaco, no ano seguinte, ficou somente uma temporada na equipe francesa e, posteriormente, rodou pelo futebol turco, defendendo o Alanyasor e o Besiktas.

Voltou ao Timão em 2019, permanecendo até o início do ano seguinte, deixando o Alvinegro durante a interrupção do futebol em decorrência da pandemia de Covid-19. A partida de reestreia de Love foi em 7 de fevereiro de 2019, mas o primeiro gol aconteceu 20 dias depois, contra o Racing, na Argentina, pela Copa Sul-Americana. Desde que deixou o Time do Povo, Vagner atua pelo Kairat, do Cazaquistão.

Emerson Sheik atuou em somente três jogos na campanha corintiana do título brasileiro de 2015, quando foi negociado com o Flamengo. O atleta já estava no Corinthians desde 2011, e em 2012 foi o herói da conquista inédita do Timão na Libertadores, marcando os dois gols do clube na vitória por 2 a 0 contra o Boca Juniors, da Argentina, na decisão.

Em 2018, Emerson voltou ao Parque São Jorge visando encerrar a sua carreira com a camisa corintiana. A reestreia aconteceu no dia 4 de fevereiro, contra o Novorizontino, em Novo Horizonte, pelo Paulistão. E o atacante desencantou no retorno no dia 7 de março, dando a vitória, por 1 a 0, ao Corinthians sobre o Mirassol, em São Paulo, também pelo Estadual.

Gabigol no rap: Atacante posa ao lado de artistas em estúdio

Últimas