Futebol Copa do Mundo e 'explosivo': conheça Charles Hembert, provável substituto de Ceni no São Paulo para o clássico

Copa do Mundo e 'explosivo': conheça Charles Hembert, provável substituto de Ceni no São Paulo para o clássico

Francês fez parte da comissão de Camarões na Copa do Mundo de 2014 no Brasil e já foi expulso cinco vezes em sua carreira; confira um perfil de Hembert

Lance
Lance

Lance

Lance

O São Paulo não terá o técnico Rogério Ceni para o clássico contra o Santos, nesta segunda-feira (02), às 20h, no Morumbi, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Expulso contra o Red Bull Bragantino, o treinador está suspenso e terá como provável substituto no banco o seu auxiliar Charles Hembert. O LANCE! mostra quem é o profissional.

GALERIA
Quem é melhor: São Paulo ou Santos? Veja votação jogador por jogador feita pela redação LANCE!

TABELA
Veja a classificação do Brasileirão

Nascido em Paris, na França, Hembert, de 30 anos, teve uma experiência na Copa do Mundo de 2014, quando foi representante oficial e relações públicas da delegação de Camarões. A seleção, inclusive, enfrentou o Brasil e acabou sendo derrotada por 4 a 1 na fase de grupos.

Charles conheceu Rogério Ceni durante a Copa América Centenário realizada nos Estados Unidos, em 2016, quando o ex-goleiro do São Paulo estudava para ser treinador e o francês trabalhava numa empresa que organiza os amistosos da Seleção Brasileira.

– O Charles trabalhou junto com a Seleção Brasileira na Copa América. Na Copa do Mundo, trabalhou com Camarões. Ele me acompanhou na Inglaterra, fez os mesmos módulos de curso que eu - disse Ceni, durante sua apresentação como treinador do São Paulo na sua primeira passagem, em 2017.

Apesar de ser um cara centrado, Charles Hembert também é conhecido pelo seu temperamento explosivo dentro de campo. Enquanto estava no Fortaleza com Rogério Ceni, o francês foi expulso cinco vezes por reclamação: contra Grêmio, Atlético-MG, Botafogo, Chapecoense e Santos.

Vale destacar que Hembert já tem uma experiência em substituir Ceni na beira do campo. Em 2019, quando trabalhava com Ceni no Fortaleza, precisou comandar os cearenses em uma partida contra o Flamengo no Castelão e perdeu por 2 a 1 no duelo contra o português Jorge Jesus.

Últimas