Libertadores

Futebol Conmebol propõe à Fifa aumento na duração do intervalo das finais da Copa Libertadores e Sul-Americana

Conmebol propõe à Fifa aumento na duração do intervalo das finais da Copa Libertadores e Sul-Americana

Intervalo passaria de 15 para 25 minutos em ambas as decisões. Entidade diz que projeta proporcionar melhor evento artístico e  dar tempo para jogadores descansarem

Lance
Lance

Lance

Lance

A Conmebol projeta mudanças para as decisões da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana. Em carta enviada à Fifa divulgada nesta quinta-feira (30), a entidade manifestou seu desejo de que o intervalo entre as etapas das duas decisões tenha um aumento de 15 para 25 minutos. O intuito é "oferecer um espetáculo artístico de alta qualidade" neste período, além de melhorar o período de descanso das equipes envolvidas. As partidas valeriam apenas para a final da Copa Sul-Americana, no dia 20 de novembro, e a da Copa Libertadores, no dia 27.

O Flamengo encarará o Palmeiras na decisão da Libertadores, no dia 27. Já o RB Bragantino espera o vencedor de Peñarol e Athletico-PR para saber quem enfrentará no dia 20. Ambos os confrontos acontecerão no Estádio Centenário.

>>> E MAIS: Lembre a campanha invicta do Flamengo até a final da Libertadores!

A Conmebol destacou em nota que a decisão dos torneios ficaria mais atrativa:

>>>> A batalha final! Lembre os recentes duelos entre Palmeiras e Flamengo

"Neste documento, foi levantada a possibilidade de prolongar o intervalo para 25 minutos entre os dois tempos dos jogos finais do campeonato. Um intervalo ligeiramente mais longo permitiria proporcionar um espetáculo artístico de alta qualidade para os torcedores no estádio e para os telespectadores, tal como ocorre em outros esportes, com excelente receptividade. Isto tornaria mais atrativa a definição das competições".

>>> Quem é mais valioso? Veja a disputa entre Flamengo e Palmeiras, posição por posição!

Além disto, a entidade evidenciou outros aspectos nos quais a Copa Sul-Americana e a Libertadores podem melhorar.

"Com esta modificação, os atletas teriam uma melhor recuperação física e os
treinadores teriam a oportunidade de dar instruções mais precisas, aumentando assim o nível de competitividade bem como a qualidade do jogo.

>>> Quais clubes brasileiros mais disputaram títulos continentais? Veja!

A entidade ainda falou sobre a situação extenuante pela qual passam os atletas.

"Cabe lembrar que estes jogos frequentemente chegam aos 120 minutos ou aos pênaltis, sendo que os jogadores ficam sujeitos a uma enorme exigência física e extrema tensão psicológica e emocional. É importante salientar, caro Presidente, que esta mudança se aplicaria exclusivamente para os jogos finais de campeonato".


Últimas