Futebol Conmebol altera dinâmica do VAR para a Libertadores e a Sul-Americana; entenda as novidades

Conmebol altera dinâmica do VAR para a Libertadores e a Sul-Americana; entenda as novidades

Entidade do futebol sul-americano efetua mudança no funcionamento do árbitro de vídeo

Lance
Lance

Lance

Lance

Durante a última rodada das Copas Libertadores e Sul-Americana, a Conmebol implementou uma novidade no funcionamento do árbitro de vídeo. Em cinco partidas realizadas nessas competições, o VAR funcionou de forma remota, ou seja, os assistentes não ficaram em uma cabine no mesmo estádio onde os jogos foram realizados. A medida foi aplicada em jogos nas cidades de Porto Alegre, La Plata, Buenos Aires e Rio de Janeiro.

+ Assine o Star+ por apenas R$32,90 por mês e acompanhe os brasileiros na Libertadores quando e onde quiser

Os assistentes de vídeo comandaram as operações a partir da sede do Centro de Treinamento Arbitral (CETA), em Luque, no Paraguai. A medida é uma tentativa da Conmebol de centralizar o VAR e, dessa forma, diminuir custos "com a redução de viagens longas dos integrantes para diferentes partes do continente e evitando a montagem de cabines nas proximidades do estádio", conforme comunicou a entidade.

+ Brasil campeão do Sul-Americano sub-17: confira quem é quem entre os nomes da Seleção Brasileira

O CETA Conmebol foi inaugurado em 2019 e, desde então, testes vinham sendo conduzidos para a centralização do VAR na América do Sul. A ideia da instituição esportiva era iniciar os testes em partidas oficiais anteriormente, mas o progresso foi atrapalhado pela pandemia da Covid-19. Nas próximas rodadas, a Conmebol pretende utilizar a arbitragem de vídeo remota com ainda mais frequência.

A Conmebol publicou nas redes sociais um vídeo, com legenda em português, detalhando o funcionamento do novo mecanismo. Veja abaixo.

Últimas