Futebol Conheça os sete desafios que motivam Cristiano Ronaldo na Juve

Conheça os sete desafios que motivam Cristiano Ronaldo na Juve

Atacante português disse que vai em busca de títulos e recordes; listamos ainda algumas marcas que o craque que deixou o Real Madrid pode alcançar

Conheça os sete desafios que motivam Cristiano Ronaldo na Juve

Cristiano Ronaldo vai encontrar desafios na Juventus

Cristiano Ronaldo vai encontrar desafios na Juventus

Reprodução/Lance

A Era Cristiano Ronaldo na Juventus começou. O craque português foi apresentado, na segunda-feira, e abordou, algumas vezes, a palavra “desafio”. Depois de nove temporadas no Real Madrid, CR7 se “reinventa”. Contratado por 117 milhões de euros (R$ 528 milhões), somando comissões, Cristiano Ronaldo chega à Juventus cercado de expectativa.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Veja sete desafios do craque na nova casa.

1 - Conquistar a Champions League
O principal desafio é conquistar a Champions League. O próprio Cristiano Ronaldo, na coletiva, reconheceu que o título é a prioridade do clube. A Juventus não fatura a Champions desde 1996 (foi o segundo título de sua história). Agora, conta com simplesmente o maior artilheiro da história do torneio. Vale lembrar que no ano passado CR7 foi um dos responsáveis por impedir esta quebra de jejum ao ajudar seu Real Madrid a vencer a Juve na grande final.

2 - Tríplice Coroa
Outro desafio é buscar algo que ainda não conseguiu na carreira: a Tríplice Coroa (conquistar na mesma temporada a Champions League, o campeonato nacional e a Copa nacional). Apenas sete clubes têm a Tríplice Coroa no currículo: Celtic, Ajax, PSV, Manchester United, Barcelona (único que conseguiu duas vezes), Inter de Milão e Bayern de Munique. A Juventus bateu na trave em 2017. Foi para a final da Champions campeã italiana e da Copa da Itália, mas perdeu para o Real de Cristiano Ronaldo. Agora, ele está a favor. A Tríplice Coroa vai ser alcançada?

3 - Bola de Ouro
CR7 minimizou e não colocou a Bola de Ouro como objetivo, mas sabe que pode ser aclamado de novo como o melhor do mundo:

- Se as coisas correrem bem, por que não? Mas não me tira o sono. As coisas acontecem naturalmente - declarou, na apresentação.

Cristiano Ronaldo já conquistou o prêmio cinco vezes (está empatado com Messi). Na Juventus, pode conseguir a Bola de Ouro pelo terceiro time diferente (ganhou uma pelo Manchester United e quatro pelo Real Madrid).

4 - Artilharia da Champions
É o cara no “quesito” Champions League. Já conquistou o título cinco vezes e é o maior goleador da história do torneio, com 120 gols. Cristiano Ronaldo foi artilheiro de sete edições da Champions (outro recorde), sendo seis delas consecutivas (as últimas seis edições).

Confira tudo sobre Esportes na página do R7

5 - Recorde no Italiano
Cristiano Ronaldo é sinônimo de gol. Que tal estabelecer recordes na Itália? Um desafio então é superar a marca de Higuaín, com quem atuou no Real Madrid e reencontra na Juventus. Na temporada 2015/2016, o atacante argentino, à época no Napoli, fez 36 gols pelo Campeonato Italiano e estabeleceu o recorde de gols numa edição, superando a marca de 35 gols que durava desde 1949/1950, do sueco Gunnar Nordahl, que defendeu o Milan. CR7 vai conseguiur bater Higuaín?

6 - Artilharia da Juventus
Cristiano Ronaldo assinou por quatro temporadas com a Juventus. Quantos gols ele irá marcar? Buscar o maior artilheiro da história do clube é improvável (Del Piero lidera a lista, com 290 gols). Porém, entrar no Top 10 é um desafio bem plausível. O italiano Federico Munerati, com 113 gols, é o décimo maior artilheiro do clube, de acordo com dados da Uefa.

7 - Média CR7
Mostrar que ainda está no auge é outro desafio.
“Com 33 ou 34 anos, muitos estão acabados. Eu, não. Isso me deixa feliz, mostra que sou diferente de todos os outros”, declarou Cristiano Ronaldo.

E o padrão CR7 é alto. Para mostrar que é diferente, uma dos desafios é manter a média de gols. Em nove temporadas pelo Real Madrid, em oito ele passou da casa de 40 gols. O recorde é de 61 gols, na temporada 2014/2015.

Mercado da Bola: as novidades dos clubes na retomada do Brasileirão