Futebol Com projeção conservadora, conselho do Fluminense votará orçamento de 2021

Com projeção conservadora, conselho do Fluminense votará orçamento de 2021

Meta mais ousada para o futebol é chegar às finais do Carioca e clube tem como maiores rendas os direitos de transmissão e a venda de jogadores

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense votará, no próximo dia 29 de dezembro, o orçamento previsto para 2021. A primeira convocação será às 19h30 e segunda às 20h. O documento elaborado pela diretoria de Mário Bittencourt já recebeu o parecer positivo do Conselho Fiscal. A meta que chama mais atenção são as metas pouco otimistas para a próxima temporada. O clube projeta chegar às finais do Campeonato Carioca do ano que vem, além do 10º lugar no Brasileirão, ida até as oitavas de final da Sul-Americana e quartas da Copa do Brasil. Portanto, nem cita uma possível vaga na Libertadores.

> Palpitômetro: Quais são os favoritos em cada jogo da 26ª rodada? Escolha!

O documento foi divulgado inicialmente pelo "Netflu". As principais receitas que o clube espera receber são referentes aos direitos de transmissão (R$ 85,6 milhões), incluindo o fim deste Brasileirão em fevereiro, e venda ou empréstimo de atletas (R$ 85,6 milhões).

Neste segundo caso, o Conselho Fiscal faz a ressalva sobre o alto valor por conta das incertezas do mercado causadas pela pandemia da Covid-19. Citando "apetite para investir e formas de pagamento, provavelmente parceladas". Em 2020, esse valor era de R$ 70 milhões.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

O clube projeta alívio financeiro na reabertura da próxima janela da Europa. O principal nome que pode render dinheiro ao Flu neste momento é o atacante Marcos Paulo. Alguns jovens tem se destacado na base, mas o jogador do profissional está em processo de renovação de contrato para não sair de graça.

Além disso, o parecer ainda destaca que o Fluminense possui proposta de investimentos na ordem de R$ 20 milhões, sendo R$ 13,6 milhões para o futebol profissional.

Vale lembrar que o recebimento das cotas de televisão do Brasileirão 2020 só será feito após o término da competição em fevereiro.

Últimas