Futebol Com números em queda, Botafogo remodela programa e busca recuperar sócios-torcedores

Com números em queda, Botafogo remodela programa e busca recuperar sócios-torcedores

Alvinegro perdeu mais de 10 mil sócios desde o começo do ano; recentemente, "Camisa7", novo programa, foi lançado e busca criar uma nova comunicação com a torcida

Lance
Lance

Lance

Lance

Se dentro de campo as coisas caminham de forma irregular, fora das quatro linhas o Botafogo possui um desafio: conquistar novos sócios-torcedores. O número de associados do clube está em baixa desde o começo da temporada 2021 e, não à toa, o Alvinegro aposta em uma nova comunicação para tentar se recuperar neste sentido.

+ E a loja oficial? Botafogo está em negociações para buscar novo franqueado ao local

No começo da pandemia do Covid-19, em março do ano passado, o Botafogo promoveu, por meio da divulgação de uma nota oficial, uma série de descontos para que as pessoas não cancelassem os planos por conta da falta de partidas.

O Botafogo perdeu mais de 10 mil sócios-torcedores desde fevereiro. O rebaixamento à Série B do Brasileirão, claro, foi um fator-chave para esta queda em massa nos números. Vale ressaltar que o Alvinegro chegou a bater 30 mil sócios-torcedores duas vezes em 2020: em fevereiro, na chegada de Keisuke Honda, e julho, com a contratação de Salomon Kalou.

No mês passado, o Botafogo lançou o programa "Camisa 7", que substituiu o então "Sou Botafogo". Este foi criado após a contratação da Feng, uma empresa específica apenas para desenvolver o novo sócio-torcedor do Alvinegro. A companhia esteve à par de tudo: dos novos planos aos perfis nas redes sociais.

O número atual - pouco mais de 15 mil associados, até o momento de publicação desta matéria - é o mais baixo dos últimos meses. Por isto, o Botafogo resolveu mudar tudo que envolve o programa de sócio-torcedor: planos, nome, comunicação e apresentação visual.

PROGRAMA CAMISA 7
O novo sócio-torcedor é baseado em trazer experiências para os torcedores, não apenas no que diz respeito a possíveis descontos de ingressos - isto, claro, quando o público nos estádios for liberado novamente no Brasil.

Na última semana, o programa promoveu um sorteio da camisa do Botafogo utilizada no triunfo sobre o Vitória, pela Série B, com a frase "Amor é Amor" no peito e a bandeirinha de escanteio na cor arco-íris, em alusão ao mês internacional do orgulho LGBTQIA+, dentro da plataforma para os sócios.

Há um sistema de pontos dentro da plataforma. Os associados vão juntando mais e mais com o passar do tempo e podem trocar por produtos licenciados do Botafogo.

A principal novidade que o "Camisa 7" trouxe foi que, pela primeira vez, um sócio-torcedor terá direito a voto nas eleições para presidente no Botafogo. Para isto, é preciso de dois de associação ininterrupta no Plano Glorioso, que custa R$ 149,90 por mês.

O programa também garante transparência para com o associado, como divulgado no próprio site do "Camisa 7": lives exclusivas com os dirigentes, votação em projetos que receberão recursos e relatórios mensais sobre os dados que envolvem o projeto.

Últimas