Com Neymar em alta, PSG cumpre tabela contra o Galatasaray

Craque brasileiro balançou as redes nas últimas duas partidas e chega como um dos principais destaques para o jogo desta quarta; Real e Brugge também entram em campo

Lance

Lance

Lance

Com a classificação para as oitavas de finais garantidas desde a quarta rodada da fase de grupos, o Paris Saint-Germain entra em campo nesta quarta-feira apenas para cumprir tabela, contra o Galatasaray, às 17h (de Brasília), pela última rodada do Grupo A da Champions League.

O PSG terá Neymar apenas pela segunda vez nesta edição da Champions League. Suspenso dos três primeiros jogos da Champions e lesionado em um, o brasileiro estreou na competição apenas na rodada passada, contra o Real Madrid, no Santiago Bernabéu, vindo do banco de reservas.

Nos últimos dois jogos, Neymar voltou a atuar como titular no Paris Saint-Germain e balançou as redes nas duas oportunidades, ambas pelo Campeonato Francês, contra o Nantes e contra o Montpellier.

O técnico do PSG, Thomas Tuchel, falou sobre o provável time que mandará a campo nesta quarta, e não garantiu que o time francês entrará com força máxima.

- Tentamos sempre jogar com intensidade. Mas haverá 11 jogadores contra nós determinados a tornar nossa vida mais difícil também. Podemos não ter alguns jogadores e não precisamos correr muitos riscos. Mas é um jogo importante, todo mundo quer jogar na Liga dos Campeões - destacou.

REAL MADRID TAMBÉM ENTRA EM CAMPO
Também já classificado para a fase de oitavas de finais, o Real Madrid também cumpre tabela nesta quarta-feira, ao enfrentar o Club Brugge, fora de casa, também às 17h (de Brasília).

Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, falou sobre o que espera de seus comandados nesta quarta, contra o time belga.

- A mensagem é sempre a mesma e é isso que queremos apresentar. É tudo o que existe. Não gosto de jogos amistosos. É um jogo da Liga dos Campeões e nossa reputação é de que sempre queremos jogar um bom futebol e manter nossa boa sequência. Não por causa do resultado, que se deve às nossas boas atuações, mas porque queremos jogar bem e fazer as coisas corretamente. abordá-lo dessa maneira, as coisas vão mal