Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com moderação? Veja o investimento de John Textor para o Botafogo na atual janela de transferências

Glorioso aposta em jogadores considerados com potencial para ampliar força do elenco

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Botafogo  chega à reta final da janela de transferências internacionais com uma visão diferente do mercado. A opção por contratações mais pontuais e voltadas para acirrar disputas em determinados setores refletiu nos cofres do clube.

Desta vez, a lista de contratados tem uma quantia bem menor. Desconsiderando empréstimo com possibilidade de compra, o Alvinegro gastou R$ 38,3 milhões na atual janelas. O número pode inflacionar futuramente caso o clube resolva exercer a opção de compra e adquirir por R$ 5,6 milhões o atacante Carlos Alberto.

+ Copo Stanley a partir de R$120,00. Bebida gelada nos 90' de jogo do Líder!

As cifras são bem mais modestas do que o investimento do Glorioso na temporada de 2022. Na época, o clube gastou R$ 65 milhões na primeira janela internacional. A nova abertura fez a diretoria gastar mais R$ 15 milhões, totalizando R$ 80 milhões. Neste período, chegaram nomes como Patrick de Paula, Victor Sá, Tchê Tchê e Philipe Sampaio e, no segundo semestre, desembarcaram futuros titulares como Tiquinho Soares, Lucas Perri, Eduardo e Marçal. Porém, o olhar para a atual temporada é diferente.

Publicidade

O objetivo é dar continuidade ao trabalho, ampliando o horizonte. A expectativa é por jogadores com potencial para preencherem lacunas e, futuramente, despontarem. Apenas um jogador tem no momento o status de titular. Trata-se de Di Plácido, que herdou a lateral-direita devido à lesão grave que Rafael sofreu.

O lateral, no entanto, ganhou um concorrente com a janela: Mateo Ponte, destaque do Danubio e da seleção do Uruguai no Mundial Sub-20, foi contratado. Perguntado pelo Lance! na zona mista após a partida entre Botafogo e Guaraní, Di Plácido falou sobre a iminente concorrência no setor.

Publicidade

- Estou bem, contente. Quero ajudar a equipe, hoje em dia, sobretudo fazer bem as coisas e o que fazer de melhor para a equipe - garantiu.

O argentino também tem empréstimo com opção de compra fixada. O valor é mantido em sigilo.

Publicidade

Outros jogadores se tornaram opções recorrentes do técnico Bruno Lage. Matías Segovia caiu nas graças da torcida por seu ímpeto ofensivo. Júnior Santos vem travando disputa pelas pontas, especialmente com Victor Sá. Carlos Alberto também corre por fora, e chegou a balançar as redes contra Vasco e Patronato.

A lista também traz menos necessidade de variar. Em 2022, a cúpula alvinegra trouxe 22 jogadores para montar um clube do zero. Desta vez foram dez contratados, com a possibilidade de vir pelo menos um décimo-primeiro, uma vez que o Glorioso segue otimista pela negociação com o angolano Bastos. Após abrir caminho para a reformulação, o Botafogo tenta ser certeiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.