Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com 'janela limpa', São Paulo terá 'correria' para cumprir previsão orçamentária com venda de jogadores

Planejamento de Rogério Ceni pode ser afetado com decisão de vender atletas no segundo semestre

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Conselho Deliberativo do São Paulo aprovou, em dezembro do ano passado, a previsão orçamentária do clube para 2023. E no principal item de receitas, a negociação de atletas, ficou estabelecido o valor de R$ 135 milhões como meta a ser cumprida. O problema é que com o fechamento da primeira janela internacional 'em branco' para o Tricolor, a 'correria' para atingir o número ficou para junho/julho/agosto. E isso deve atingir o planejamento do técnico Rogério Ceni.

O motivo é simples: as saídas, se ocorrerem, devem se acumular no momento em que o São Paulo estiver em momentos cruciais da temporada, como mata-matas da Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, além do Campeonato Brasileiro.

+ Período acabando! Listamos 7 jogadores que saíram do Brasil para a Europa nesta janela

Um problema para Ceni resolver, caso a saída de jogadores, potencialmente titulares, se confirmar.

Existiam situações que já se desenhavam complicadas para o clube do Morumbi. Era o caso de Nahuel Ferraresi. O zagueiro venezuelano está emprestado pelo Grupo City até o fim de junho. E por mais que haja cláusulas e vontade da diretoria que facilitassem a negociação para uma prorrogação do empréstimo pelo menos até o final do ano, o conglomerado árabe tinha planos de usar o jogador no Bahia, clube cuja SAF foi adquirida recentemente.

Ferraresi se contundiu gravemente, passará por cirurgia e só deve voltar a jogar na reta final do ano. Sua situação é indefinida.

Do atual elenco são-paulino, quem sofreu sondagens na virada do ano foi Pablo Maia. O volante despertou o interesse do Fulham. Conforme o LANCE! revelou, chegou-se a discutir o valor de 12 milhões de euros (cerca de R$ 66,1 milhões) pela transferência. Mas os ingleses desistiram por preferirem uma peça mais experiente para o setor.

Maia é uma saída dada como certa pelos lados do Morumbi na próxima janela, consierada mais incisiva pelo meio do futebol. É quando oportunidades de mercado para repatriar jogadores se torna mais acessível, conforme o L! explicou, e quando os gigantes europeus estão mais disposto a contratar promessas.

Além do volante, outras duas revelações de Cotia estão no radar de propostas, pelo menos da própria diretoria: Welington e Rodrigo Nestor.

Dentro do Morumbi, conforme apurado pelo L!, a única meta definitivamente traçada é que não se repita o ocorrido com Luizão e Marquinhos. O primeiro saiu de graça e o Tricolor teve de correr para buscar um acerto com o West Ham para manter ao menos parte dos direitos federativos. O segundo foi vendido a 'toque de caixa' ao Arsenal sob o risco de sair de graça ao final do contrato.

Como Ceni projetou em diversas entrevista ao longo do ano passado: inevitáveis, que as saídas aconteçam por pelo menos 'dois dígitos'.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.