Futebol Com indefinição por Anselmo Ramon, Botafogo sonda Bruno Mezenga, artilheiro do Paulistão

Com indefinição por Anselmo Ramon, Botafogo sonda Bruno Mezenga, artilheiro do Paulistão

Atacante da Chapecoense permanece sendo o 'Plano A' do Alvinegro para reforçar o ataque, mas diretoria está impaciente com demora pelo fechamento do negócio

Lance
Lance

Lance

Lance

Com 15 dias para a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem pressa para reforçar o elenco. Impaciente com a indefinição nas negociações com Anselmo Ramon, da Chapecoense, a diretoria do Alvinegro sondou a situação de Bruno Mezenga, artilheiro do Campeonato Paulista vestindo a camisa da Ferroviária.

+ Convocação do Conselho para pauta da Botafogo S/A deve ser no início da semana; saiba os próximos passos

O atleta da Chape continua sendo o 'Plano A' do Botafogo, mas a diretoria entende que o tempo está passando e não pode esperar tanto assim para buscar um atacante, posição considerada como essencial para reforçar visando a disputa da Série B.

Entre o Glorioso e Anselmo Ramon está tudo certo, com bases salariais definidas. O que afasta o acerto é que ele possui uma multa rescisória de R$ 1 milhão junto à Chapecoense. A equipe catarinense, contudo, possui dívidas de salários e premiações com o jogador, o que pode ser usado a favor do camisa 9 por uma possível saída e a vinda ao Alvinegro.

A novela, contudo, se arrasta. O Botafogo espera por uma posição definitiva por parte de Anselmo Ramon há quase duas semanas. Desta forma, Bruno Mezenga foi outro nome que apareceu no radar da diretoria, que vê no atleta um "Plano B" para o sistema ofensivo.

O jogador de 32 anos é o atual artilheiro do Campeonato Paulista, com oito gols marcados. A Ferroviária está na fase mata-mata da competição e vai enfrentar o São Paulo nas quartas.

Com os campeonatos estaduais chegando nas fases finais, o Botafogo espera definir a situação dos jogadores contratados. O clube de General Severiano só não quer "gastar todas as fichas" esperando uma resposta de Anselmo Ramon.

Últimas