Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Neymar fica no banco de reservas em derrota do PSG para time japonês

Equipe francesa perdeu por 3 a 2 para o Cerezo Osaka com direito a três falhas defensivas; brasileiro ficou de fora pela segunda vez

Futebol|Do R7


Neymar e o italiano Verratti, que está de saída do PSG
Neymar e o italiano Verratti, que está de saída do PSG

Na manhã desta sexta-feira (28), o Paris Saint-Germain foi derrotado pelo Cerezo Osaka por 3 a 2, em amistoso realizado no Japão. Ekitike abriu o placar para os franceses, mas Jordy Croux empatou ainda na primeira etapa. Vitinha recolocou o Paris em vantagem, mas Sota Kitano e Shinji Kagawa, ídolo da seleção japonesa, marcaram os gols da virada da equipe japonesa. Pelo segundo amistoso seguido, o brasileiro Neymar assistiu a partida apenas do banco de reservas, já que se recupera de lesão sofrida em fevereiro deste ano.

Marquinhos, por outro lado, atuou pelo PSG, mas não durante todos os 90 minutos. Já pelo Cerezo, a dupla brasileira Léo Ceará e Capixaba foram titulares e tiveram boa atuação no confronto.

Aos 17 minutos, o PSG abriu o placar da partida. Em jogada de velocidade pela esquerda, o lateral Kurzawa acionou Asensio no corredor. O espanhol balançou encarando a marcação e pisou para trás, com Zaire-Emery, que cruzou fechado. A bola parecia ter a direção do gol, mas Hugo Ekitike invadiu o meio da defesa e colocou o pé direito para mudar a trajetória e inaugurar o marcador.

Cinco minutos depois, veio o empate. O goleiro Yang Han-Been não achou uma opção para saída curta e fez a bola viajar até o campo ofensivo. Danilo Pereira e Skriniar não se entenderam e Jordy Croux pegou a sobra, com o campo praticamente livre. O brasileiro Marquinhos até chegou para diminuir o espaço, mas o meia belga levou para a perna esquerda e fuzilou o canto direito de Donnarumma, igualando o marcador.

Publicidade

Logo no comecinho do segundo tempo, os parisienses voltaram à frente. Em erro de saída dos japoneses, Vitinha recebeu de Zaire-Emery, ameaçou a finalização de fora da área e chamou Ekitike para a tabela. De costas para a área, o camisa 44 achou um passe sensacional de calcanhar, clareando o lance. O meia português se projetou e só teve o trabalho de tirar de Yang, marcando o segundo gol francês.

Aos 22 minutos da metade final, Lucas Hernández, contratado nesta janela de transferências, acabou perdendo a bola no campo defensivo para Ryo Watanabe. O japonês pegou a sobra e cruzou rápido para a área. O jovem Sota Kitano, de apenas 18 anos, dominou e chutou forte para empatar a partida novamente.

Publicidade

Dez minutos depois, a história sorriu para os japoneses. Cher Ndour perdeu a bola na área defensiva, em mais um erro de saída dos franceses. Kitano, novamente, apareceu decisivamente e tocou para trás. Shinji Kagawa - ele mesmo - bateu com perfeição e acertou o ângulo de Donnarumma, sacramentando a virada do Cerezo Osaka.

Há 12 anos Neymar ganhava o prêmio Puskas, veja como vida dele mudou nesse tempo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.