Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Com chance de definir vaga da Copa do Brasil nos pênaltis, Santos não possui bons números com João Paulo

Última vez que o goleiro do Peixe conseguiu defender uma penalidade foi em 2021

Futebol|Do R7


Lance
Na terça-feira (30), João Paulo participou de atividade focada para possível disputa de pênaltis (Foto: Raul Baretta / Santos FC)

O tão esperado duelo do Santos contra o Bahia, pelas oitavas da Copa do Brasil, acontecerá na noite desta quarta-feira (31). Sem vantagem para ambos os lados, os times travam um duelo derradeiro em busca da vaga na próxima fase e pela premiação milionária.

Com a possibilidade da disputa ser decidida nos pênaltis, o Peixe liga o alerta, pois os números de João Paulo não são animadores.

+ Saiba os times que têm mais rodadas no G4 do Brasileirão por pontos corridos

Pelo Peixe, durante o tempo regulamentar em jogos oficiais, apenas 5 cobranças de 29 não acabaram entrando com o goleiro João Paulo no gol. Além disso, só duas dessas cinco foram defendidas de fato pelo guarda-redes.

Publicidade

A última vez que o goleiro defendeu um pênalti foi em 2021, em cobrança de Nacho Fernández, na derrota por 3 a 1 para o Atlético-MG. Na ocasião, João Paulo concedeu rebote e o jogador do Galo se redimiu ao aproveitar a chance e estufar as redes.

Além disso, o arqueiro participou de duas disputas por pênaltis. Em uma o Santos levou a melhor contra o Fluminense-PI e, na decisão mais recente, foi eliminado pelo Deportivo Táchira-VEN. Nas duas ocasiões, João Paulo não conseguiu praticar defesas.

Publicidade

Com a chance da vaga ser definida na marca da cal, o Santos treinou pênaltis nesta última terça-feira (30) antes de embarcar para Salvador

NÚMERO DOS GOLEIRO ADVERSÁRIO

Marcos Felipe, responsável por defender a meta do Bahia, também não possui um bom retrospecto quando o assunto é defender penalidades.

Desde 2021, foram cobradas 24 penalidades contra o goleiro. Nesse intervalo, Marcos Felipe conseguiu defender apenas um pênalti, que foi contra o Boavista, quando ainda atuava pelo Fluminense.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.