Futebol Com a volta de Cristiano Ronaldo, United busca encerrar seca e voltar ao protagonismo na Europa

Com a volta de Cristiano Ronaldo, United busca encerrar seca e voltar ao protagonismo na Europa

Camisa 7 retorna ao Old Trafford para devolver o gigantismo ao Manchester United

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de quase 20 anos, Cristiano Ronaldo vai fazer sua segunda estreia com a camisa do Manchester United. Aos 36 anos, o português vai entrar em campo neste sábado para enfrentar o Newcastle, às 11h da manhã (de Brasília) pela Premier League, em seu retorno mais do que esperado ao Old Trafford com a camisa dos Red Devils.

A chegada de Cristiano Ronaldo ao Manchester United significa bem mais do que o retorno do filho pródigo de Alex Ferguson ao clube onde despontou para o estrelato. Aos 36 anos e mais centralizado do que o jovem ponta-direita driblador que fez sucesso na década de 2000, Cristiano volta ao United com a missão de colocar novamente o clube no posto mais alto do futebol europeu.

+ VEJA A TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DA PREMIER LEAGUE

Desde as saídas de Cristiano Ronaldo em 2009 e da aposentadoria de Sir Alex Ferguson em 2013, o Manchester United viveu de altos e baixos. De 2013 até 2021, o clube passou pelo comando de David Moyes, Louis van Gaal e José Mourinho, e mesmo com nomes renomados à beira do gramado, o máximo que o United conseguiu conquistar foi o título da Liga Europa em 2017, contra o Ajax.

Cristiano Ronaldo - Manchester United

Cristiano Ronaldo - Manchester United

Lance

CR7 ao lado de Solskjaer (Foto: Divulgação/Manchester United FC)

Na Premier League, o United tem ficado para trás na disputa pelo título, sendo vice-campeão em duas oportunidades, bem atrás do rival Manchester City, e sem conseguir a classificação para a Champions League em quatro temporadas, fato quase que inimaginável na década de 2000, onde os Red Devils eram dominantes no Campeonato Inglês e figurinha carimbada no Top 4.

E se o United quer voltar a figurar entre os principais candidatos ao título da Liga dos Campeões, o clube buscou o jogador que conhece a competição como ninguém. Cristiano Ronaldo estava presente e foi decisivo para último título de Champions do United, e em sua passagem pelo Real Madrid conquistou quatro vezes a competição, além de se tornar o maior artilheiro da história do torneio.

- Por isso estou aqui. Não estou aqui de férias. Como te falei, antes era bom, ganhar coisas importantes e eu usava a camisa antes há muitos anos, mas estou aqui para vencer de novo. Sou capaz, eu e os meus companheiros. Estou pronto para ir, estou pronto para ir. É uma boa oportunidade para mim, para os torcedores, para o clube, dar um passo à frente. Estou pronto e acho que serei uma grande diferença nos próximos três ou quatro anos - disse Cristiano Ronaldo ao site do clube.

Para retornar aos favoritos ao título, o United se reforçou com contratações que elevaram o patamar da equipe como Raphael Varane e Jadon Sancho, além de Cristiano Ronaldo. Sob o comando de Solskjaer, o United tem a chance mais clara de retornar ao gigantismo da década de 2000 com um elenco encorpado e com um time titular forte, ao contrário das últimas temporadas.

Últimas