Futebol Coelho revê rival que lhe traz boas memórias como técnico do Timão

Coelho revê rival que lhe traz boas memórias como técnico do Timão

Em 2019, quando teve sua primeira chance como interino, treinador bateu o Ceará e garantiu o Corinthians na Libertadores. Enquanto isso, clube busca técnico no mercado

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians entra em campo neste domingo, às 20h30, para enfrentar o Ceará, no Castelão, pela 15ª rodada do Brasileirão-2020. Ao mesmo tempo, o clube continua estudando o mercado em busca de um novo treinador, mas enquanto isso quem permanece no comando do time é Dyego Coelho, que reencontrará um adversário e um estádio que lhe traz boas lembranças de sua primeira passagem como interino, na reta final do Brasileirão do ano passado.

Após a demissão de Fábio Carille, na derrota por 4 a 1 para o Flamengo, no Maracanã, Coelho foi chamado para assumir a equipe principal e tinha a missão de garantir uma das vagas na Copa Libertadores, mesmo que foi nas fases preliminares da competição. Ao fim da 30ª rodada, quando o interino passou a comandar o elenco, o Timão ocupava a oitava posição na tabela.

Sendo assim, Coelho teve oito partidas para colocar o Alvinegro no torneio continental em 2020. Com uma campanha de altos e baixos nessas rodadas, ele conseguiu atingir o objetivo na penúltima rodada do Brasileirão-2019, com uma vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, no Castelão, justamente o adversário e o estádio do duelo deste domingo, agora pelo Campeonato Brasileiro deste ano.

As coincidências param por aí, já que se formos comparar o time que entrou em campo naquele dia, em dezembro de 2019, com o atual, apenas Cássio, Fagner, Gil e Gabriel continuam como titulares. Ramiro, Mateus Vital e Boselli são opções no banco, enquanto os outros sete que participaram do jogo já deixaram o clube, inclusive Gustagol, autor do tento da importante vitória.

Embora a situação do time seja bem diferente e a fase esteja pior, Coelho ganhou mais um fôlego no comando do Corinthians para este final de semana, mas não se sabe até quando, já que nos bastidores, mesmo com a negativa dos dirigentes, o clube busca um treinador para efetivar no cargo. Claro que se o interino mantiver uma série de resultados positivos, mais calma haverá para definir um alvo, no entanto a indicação é de que será necessária a contratação.

Acontece que essa busca não tem sido fácil para diretoria corintiana, primeiro por não haver um consenso sobre o nome e o perfil do treinador desejado, depois pelas exigências e peculiaridades que o cenário atual apresenta.

Consultas já foram feitas no mercado, mas segundo apurou o LANCE!, não houve negociação efetiva, principalmente por esbarrar em cláusulas contratuais exigidas pelos técnicos, pois o clube terá eleições no fim de novembro e há o temor pelas consequências que uma possível troca de gestão pode trazer, além de ser uma temporada atípica, que só termina em 2021.

Por essas e outras, a vitória neste domingo não é importante somente para Dyego Coelho, que pode ganhar mais uma sobrevida, mas também para o próprio clube, que garante mais alguns dias de paz para continuar em sua busca pelo novo treinador ou até mesmo segurar o interino pelo restante da temporada, o que ainda é uma possibilidade bastante defendida internamente.

Escalação do Corinthians contra o Ceará na 37ª rodada do Brasileirão-2019:

Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel (Ralf) e Junior Urso (Clayson); Ramiro (Gustagol), Mateus Vital e Janderson; Boselli

Provável escalação do Corinthians contra o Ceará no Brasileirão-2020:

Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Lucas Piton; Gabriel e Roni; Léo Natel, Luan e Gustavo Mantuan; Jô.

Últimas