Futebol Coelho mantém foco em ajudar o Corinthians e evita falar de futuro

Coelho mantém foco em ajudar o Corinthians e evita falar de futuro

Técnico do Timão permanece como interino enquanto dirigentes seguem sem definição em relação a um novo treinador para o time. Já são três partidas desde a saída de Tiago Nunes

Lance
Lance

Lance

Lance

Dyego Coelho comandou o Corinthians pela terceira vez neste ano como técnico interino. Até aqui são duas derrotas e uma vitória, aproveitamento de 33,33%. Por enquanto ele segue nessa função enquanto os dirigentes não se definem pela chegada ou não de um novo profissional. Para o atual treinador alvinegro a hora é de focar no trabalho, sem projetar o que vai ser no futuro.

Faz aproximadamente duas semanas que Tiago Nunes foi demitido do cargo de técnico do Timão. De lá pra cá, Coelho foi colocado momentaneamente na função e Andrés Sanchez declarou que estava no mercado em busca da contratação de um comandante experiente. Em seguida, porém, foi decidido dar um pouco mais de tempo e tranquilidade para o interino trabalhar.

Nos bastidores, ainda há uma indefinição sobre o que fazer, já que não há um nome de consenso disponível e a limitação financeira impede que se faça qualquer loucura para essa contratação. Além disso, com a maratona de jogos, há a preocupação de que o profissional não tenha tempo suficiente para conhecer o elenco, treinar e aplicar algo novo para o grupo. Enquanto isso, Coelho vai permanecendo e não está descartado que fique até o final do ano.

O treinador, porém, se mostra disposto a evitar pensar em seu futuro no time profissional e busca focar apenas no trabalho como funcionário do clube, que é fazer o que for possível para ajudar a equipe a melhorar, algo que ele acredita que, ao lado dos jogadores, tem sido feito nesses últimos três jogos.

- Eu sou funcionário do clube, fui chamado para ajudar, é isso que eu procuro fazer, independentemente do que vai acontecer ou não, procuro fazer o meu melhor junto com os jogadores a cada dia, e eles estão procurando fazer o melhor deles. Foi um jogo (contra o Sport) que a gente lutou, procurou, buscou e em relação a isso eu vou deixando as coisas acontecerem, porque a gente tem que trabalhar e faço da melhor maneira possível junto com os jogadores.

Com isso, ao que tudo indica, Coelho deve seguir como comandante corintiano pelo menos até a partida diante do Atlético-GO, que acontece na próxima quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena. O duelo é válido pela primeira rodada do Brasileirão, que foi adiado por conta da disputa da final do Paulistão.

Últimas