Clubes decidem, Campeonato Chileno é encerrado e Católica é campeã

Em reunião entre os presidentes dos clubes da primeira, segunda e terceira divisão do Chile, ficou acordado o encerramento precoce da competição por conta da crise no país

Lance

Lance

Lance

Após perder a final da Libertadores por conta da crise política e dos inúmeros protestos pelo país, o Chile também viu seu campeonato nacional de futebol ser encerrado antes do previsto. Nesta sexta-feira, uma reunião entre os presidentes dos clubes da primeira, segunda e terceira divisões determinou o encerramento da competição de forma precoce, o que sagrou a Universidad Católica como campeã nacional por 42 votos a favor, 3 contra e uma abstenção.

A Liga Chilena estava suspensa há seis semanas, desde que os protestos tiveram início em todo país, e que foram preponderantes também para que a final da Libertadores deixasse de ser realizada em Santiago para ser disputada em Lima, no Peru.

O campeonato terminou com seis rodadas para o final, ainda sem a definição de quem seria o campeão, mesmo que a Universidad Católica tivesse uma vantagem de 13 pontos sobre o segundo colocado, o Colo Colo. No entanto, a Liga ainda não definiu o que será decidido na briga contra o rebaixamento.

Universidad de Concepción, com 23 pontos, e Deportes Iquique, com 24, são os últimos colocados e estariam rebaixados, no entanto, com as rodadas a disputar, poderiam sair da zona de rebaixamento já que o primeiro time fora, a Universidad do Chile, tem os mesmos 24 pontos do Iquique.

As vagas para a Libertadores também ainda não estão definidas. A Universidad Católica e o Colo-Colo, campeão e vice, estão classificados de forma direta, enquanto o terceiro colocado, Palestino entraria na fase pré-Libertadores. O campeão da Copa do Chile também se classifica para a Libertadores, no entanto, o torneio foi pausado na fase semifinal. Hoje, Unión La Calera (4º), Coquimbo Unido (5º), Huachipato (6º) e Audax Italiano (7º) estariam classificados para a Copa Sul-Americana.