Futebol Choro, apresentação e trabalho: o primeiro dia de Rafael como jogador do Botafogo

Choro, apresentação e trabalho: o primeiro dia de Rafael como jogador do Botafogo

Lateral-direito se emocionou em entrevista coletiva, se apresentou aos novos companheiros e funcionários do clube e já iniciou processo de recondicionamento físico

Lance
Lance

Lance

Lance

O dia foi intenso para Rafael. Da emoção ao falar como jogador do Botafogo pela primeira vez durante a apresentação oficial ao primeiro treinamento no Nilton Santos e iniciar o processo de voltar a jogar, o lateral-direito viveu as primeiras horas de um sonho de criança na última terça-feira: jogar pelo seu clube de coração.

+ Dirigentes exaltam Rafael na chegada ao Botafogo: 'Nunca vi um cara abrir mão do que você abriu'

O lateral-direito chegou no Estádio Nilton Santos de manhã, acompanhado dos empresários que participaram, de algum modo, do negócio que culminou com o "aperto de mãos" com o Alvinegro. José Roberto Carnaval, Cassiano Pereira (Fuse Sport), Matheus Braga e Diego Corrêa (Life Pro) acompanharam o atleta.

Rafael realizou exames médicos ainda quando chegou, foi aprovado na bateria das avaliações e, então, assinou contrato com o Botafogo. O acordo já estava pré-estabelecido desde que ele havia sido anunciado como reforço do clube, na última semana.

A emoção tomou conta durante a coletiva. Rafael nunca escondeu que é torcedor do Botafogo - este, inclusive, foi o principal motivo para fechar com o clube. Na primeira declaração como jogador do Alvinegro, deixou lágrimas caírem ao falar da família e da infância em Petrópolis, município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

– Falamos do meu esforço, mas também quero agradecer ao esforço do Botafogo, eu sei da situação e foi um esforço para me contratar. Quero agradecer minha família, meus pais, quando era pequeno em Petrópolis eu tinha o sonho de ser jogador de futebol, jogador do Botafogo. Depois de 14 anos na Europa eu posso realizar esse sonho. Nunca pensei que poderia realizá-lo - afirmou o jogador.

RECEPÇÃO COM O ELENCO
​A terça-feira também ficou marcada pela reapresentação dos jogadores do Botafogo visando a semana de treinos para a partida contra o Náutico, no próximo sábado, pela Série B do Brasileirão. Nem todos os atletas foram ao gramado, ficando nas estruturas internas realizando trabalhos de recondicionamento físico.

Na parte da tarde, Rafael apareceu nos vestiários e se apresentou aos jogadores. Ele conversou com o treinador Enderson Moreira e com Chay - os dois, inclusive, trocaram interações em uma rede social após o dia de trabalho.

O lateral-direito foi recebido pelo elenco de forma positiva. Com quatro vitórias seguidas e 100% de aproveitamento no segundo turno, Rafael chegou em um "momento apropriado" e teve contato com um clima para cima. O defensor, porém, ainda não treinou com os companheiros.

15 DIAS PARA A ESTREIA?
​Sem atuar desde junho, quando deixou o Basaksehir-TUR, Rafael deu um prazo de, pelo menos, duas semanas par recuperar o ritmo de jogo e poder ficar à disposição de Enderson Moreira.

O Botafogo preparou uma bateria de atividades exclusiva para o jogador de 31 anos, sem contato com uma rotina de treinos de clubes há praticamente seis semanas. Na terça-feira, ele treinou separadamente do elenco, fazendo trabalhos sem bola.

É como se Rafael estivesse passando por uma "transição" - período em que os jogadores lesionados têm quando se recuperam para retomar o ritmo de jogo. O lateral-direito, claro, não tem nenhum problema físico, mas está em uma velocidade "lenta" se comparado com outros atletas justamente pela falta de ritmo dentro das quatro linhas.

Últimas