Futebol Chelsea investiga caso de racismo contra Son, do Tottenham, vindo de torcedor dos Blues

Chelsea investiga caso de racismo contra Son, do Tottenham, vindo de torcedor dos Blues

Clube londrino abre investigação para apurar caso de injúria racial contra atacante sul-coreano dos Spurs

Lance
Lance

Lance

Lance

O Chelsea abriu uma investigação sobre um caso de injúria racial contra o atacante do Tottenham, Son Heung-min. A situação envolvendo o jogador dos Spurs ocorreu no clássico londrino no último domingo no Stamford Bridge, que terminou empatado por 2 a 2.

Imagens captadas pela geração de TV mostram um torcedor fazendo um gesto que simula "olhos puxados" quando o jogador sul-coreano foi cobrar um escanteio.

+ Na mira do Manchester United, Casemiro decidirá futuro em conversa com técnico do Real Madrid

- O Chelsea tem deixado muito clara a sua posição de tolerância zero em relação ao comportamento discriminatório, mas ainda existem idiotas como este que se ligam a este clube como os chamados 'torcedores', o que envergonha o Chelsea FC, os nossos treinadores, jogadores, staff e os nossos verdadeiros torcedores. Estamos investigando este incidente e, se identificado, esse indivíduo enfrentará a ação mais forte do clube. Não tem lugar no Chelsea ou em nenhuma de nossas comunidades - declarou o clube em nota oficial.

Não é a primeira vez que Son é vítima de racismo. No ano passado, o jogador foi atacado em redes sociais por oito homens, que foram presos pela polícia inglesa. Nos tempos de Bayer Leverkusen, o sul-coreano também sofreu injúria por conta de sua etnia.

Últimas