Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Chefão do Bayer Leverkusen indica futuro de Xabi Alonso

Técnico desperta o interesse de gigantes do futebol da Europa

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

O CEO do Bayer Leverkusen, Fernando Carro, se mostrou otimista com a permanência de Xabi Alonso no clube alemão. Em declaração durante a assembleia-geral da Associação de Jornalistas Esportivos da Alemanha Ocidental, o dirigente reforçou que a relação entre clube e técnico é ótima e, portanto, não haveria motivo para uma saída do treinador.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Ele tem contrato até 2026, e não há motivos para duvidar que ele permanecerá no clube. No futebol, nunca se sabe o que vai acontecer, mas tenho muita confiança (na permanência). Temos uma boa relação.

O discurso do chefão do clube vai ao encontro de falas recentes do diretor desportivo do clube, Simon Rolfes. No início de março, o dirigente afirmou que o aspecto mais importante para que um treinador desenvolva seu trabalho é se sentir confortável e, por isso, o espanhol deveria permanecer no Leverkusen.

Publicidade

A preocupação dos dirigentes do clube alemão em "marcar território" tem uma explicação: Xabi Alonso faz um dos trabalhos de maior destaque na atual temporada. Além do bom rendimento dentro de campo, os comandados do espanhol seguem invictos na temporada, mesmo com 38 partidas disputadas.

O desempenho fantástico levou o Leverkusen à disputa de todos os títulos possíveis na temporada: a equipe está na liderança da Bundesliga, com 10 pontos de vantagem sobre o vice-líder Bayern de Munique, na semifinal da Copa da Alemanha e nas quartas de final da Europa League.

Publicidade

Com feitos tão robustos, Xabi Alonso se tornou o técnico mais desejado do mercado para a próxima janela de transferências. Entre os gigantes do continente que estão de olho no treinador, dois se destacam: Liverpool e Bayern de Munique, que já sabem que trocarão de técnico ao final da temporada.

O espanhol seria o nome perfeito para ambos os times, não apenas pelo trabalho de alto nível no Leverkusen, mas também pela identificação que tem com ambos os clubes - o espanhol defendeu as duas equipes como jogador, sendo ídolo do clube inglês graças à conquista da Champions League da temporada 2004-2005.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.