Futebol Ceni comenta sobre pretensão do São Paulo ficar no G-8: 'Temos que ir atrás das nossas vitórias em casa'

Ceni comenta sobre pretensão do São Paulo ficar no G-8: 'Temos que ir atrás das nossas vitórias em casa'

Desde a derrota na final da Sul-Americana, o São Paulo ganhou 10 de 15 pontos possíveis

Lance
Lance

Lance

Lance

Com apenas cinco rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o São Paulo, que ainda depende do jogo do Fortaleza, está na 8ª colocação, que garante um lugar na Pré-Libertadores da próxima temporada. Rogério Ceni, na coletiva pós-jogo contra o Juventude, detalhou os desafios e as maneiras para alcançar uma vaga na principal competição continental.

Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

- Eu espero que a gente tenha cabeça boa para estar bem concentrado nos dois próximos jogos dentro de casa, contra Atlético-GO e Atlético-MG. Temos que ir atrás das nossas vitórias em casa, subir a pontuação… Não é fácil, alguns cansados o ano todo, a pressão psicológica de disputar finais, perder, se reerguer, isso é uma tarefa difícil - relatou o treinador do Tricolor.

ATUAÇÕES: Reinaldo brilha e leva melhor nota do jogo

O comandante e ídolo da equipe paulista reforçou que a concentração será a palavra-chave para driblar problemas e alcançar maiores desafios para o ano que vem.

- Começam mais lesões no final da temporada, que tá todo mundo mais desgastado. Até mesmo mentalmente, onde as pessoas estão mais cansadas. Precisamos ter mais concentração durante cinco jogos e tentar obter a melhor opção possível e fazer o São Paulo chegar o mais perto possível dos primeiros colocados para tentar no ano que vem já sair numa competição e posição melhor que nós fizemos esse ano - completa Ceni.

Mesmo sem levantar o troféu, o São Paulo foi longe nas copas que disputou. Rogério disse que isso acabou gerando um cansaço adicional nos jogadores e pouco tempo de trabalho por conta da maratona de partidas.

- Nós só tivemos uma data livre, nós saímos muito tarde, ou melhor, nós chegamos até o fim. Nós poderíamos ter encerrado as copas, quem sabe a Copa do Brasil jogando uma final e a Sul-Americana sendo campeão. Mas nós tivemos a única rodada que nós tínhamos eram duas datas de Copa do Brasil, jogamos contra o Coritiba em menos de 72 horas, ou seja, nós viemos para cá com um time mais cansado do que o Juventude, por exemplo, que teve a semana toda para trabalhar - relatou o técnico.

O próximo jogo do São Paulo será contra o Atlético-GO, no Morumbi, na próxima quinta-feira, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Últimas