Futebol CBF e São Paulo divergem sobre multa rescisória de Dorival Júnior

CBF e São Paulo divergem sobre multa rescisória de Dorival Júnior

Confederação quer pagar valor muito abaixo do estipulado pelo Tricolor Paulista

Lance
Lance

Lance

Lance

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o São Paulo estão numa queda de braço em relação ao valor que a entidade deve pagar pela saída do técnico Dorival Júnior do Tricolor para ser o novo comandante da Seleção Brasileira.

O clube paulista quer receber R$ 8,5 milhões, incluindo nesse valor R$ 4,5 milhões de multa de rescisão contratual, R$ 1 milhão do montante pago para tirar o treinador Thiago Carpini do Juventude e mais de R$ 3 milhões como indenização ao São Paulo.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Do total requisitado pela diretoria tricolor, a CBF sinalizou que aceita pagar R$ 5,5 milhões.

Dorival Júnior foi anunciado como novo treinador da Seleção Brasileira no dia 10 de janeiro, após demissão de Fernando Diniz. Pelo Tricolor, Dorival foi campeão da Copa do Brasil em 2023.

Em março, o técnico irá encarar seu primeiro compromisso com a Amarelinha na convocação de jogadores para amistosos contra Espanha e Inglaterra.

Últimas