Futebol Cássio comemora reestreia com gol de Renato Augusto pelo Corinthians: 'Sabe o quanto se esforçou'

Cássio comemora reestreia com gol de Renato Augusto pelo Corinthians: 'Sabe o quanto se esforçou'

Capitão corintiano também elogiou o garoto Adson, autor de dois gols na vitória do Timão sobre o Ceará, no último fim de semana: 'Está colhendo o que plantou'

Lance
Lance

Lance

Lance

Amigo de Renato Augusto e capitão do Corinthians, o goleiro Cássio celebrou a reestreia com gol do meia corintiano, na vitória do clube por 3 a 1 sobre o Ceará, no último domingo (15), em confronto válido ela 16ª rodada do Brasileirão, na Neo Química Arena.

- Na hora que o Renato (Augusto) fez o gol… Renato é um amigo de longa data, ele sabe o quanto se esforçou para voltar para cá, um cara que quer ajudar o Corinthians, fico feliz – disse o arqueiro à Corinthians TV.

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Líder experiente do elenco corintiano, Cássio também ressaltou os dois gols marcados pelo garoto Adson, prata da casa no Timão, que tem apenas 20 anos de idade.

- O Adson também, por tudo que trabalhou, um moleque gente boa que está colhendo o que plantou, esse é caminho – externou o camisa 12.

Cássio também fez questão de exaltar a evolução do Corinthians nas duas últimas rodadas. Além do triunfo sobre o Vozão, o Timão empatou em 0 a 0 contra o Santos, na Vila Belmiro, em clássico onde teve as melhores chances de tirar a igualdade do placar.

- O grupo está de parabéns, tínhamos feito um grande jogo contra o Santos, hoje também conseguimos fazer u grande jogo, dar sequência na competição, vitória importante, resultados em casa não estávamos endo legal e conseguimos sair vitorioso. Parabéns todo mundo, direção, professor, seguir em frente, uma vitória, história boa ara trabalhar, e m busca da próxima vitória – destacou Cássio.

Cássio é um dos cinco jogadores do atual elenco corintiano que estiveram presentes no título brasileiro do Corinthians, em 2013. Além dele e Renato Augusto, conquistaram a cometição naquele ano, Fagner, Gil e Fábio Santos.

Últimas