Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Caso Galtier: ultras do PSG pedem demissão de treinador e dono do clube abre investigações internas

Técnico francês foi acusado de racismo enquanto comandava o Nice

Futebol|

Lance
Lance Lance

O PSG vive um momento conturbado fora dos gramados. Após a polêmica com Mbappé, na última semana, o treinador Christophe Galtier é o novo centro das atenções. O podcast "After-Foot", da emissora francesa "RMC Sport", informou que o técnico foi acusado de racismo por um ex-dirigente do Nice, quando era o comandante do clube.

Pelas informações do jornalista Romain Molina, Galtier e seus filhos teriam dito ao dirigente Julien Fournier que o time tinha muitos negros e muçulmanos e que o dirigente havia montado uma equipe de escória. Com as acusações vindo à tona, os líderes da Collectif Ultras Paris, uma das torcidas organizadas do PSG, emitiram um comunicado se posicionando quanto ao caso. Na última partida ocorrida no Parque dos Príncipes, contra o Lyon, o treinador já havia sofrido muitas vaias da organizada.

- O Collectif Ultras Paris está acompanhando de perto o caso Galtier. Se comprovados os fatos de que Galtier está sendo acusado, será inadmissível que esta pessoa permaneça no comando do clube. Lembramos que sempre nos posicionamos contra todas as formas de discriminação e essa luta é uma causa histórica da nossa torcida - informaram os ultras em post nas redes sociais.

O "RMC Sport" informou que o dono do clube francês, Nasser Al-Khelaifi, abriu uma investigação interna para esclarecer os fatos e apurar se realmente houve a existência das falas de Galtier. Se existir comprovação, o treinador seria demitido instantaneamente. O presidente do PSG, que gastou 10 milhões de euros para ter o técnico, não sabia da existência do caso e ficou sabendo justamente pelo programa.

Publicidade

+ Técnico do PSG se irrita e dispara contra torcida do Nice

Enquanto as investigações estão em andamento, Galtier segue como treinador do PSG e volta à beira dos gramados pelo clube no sábado, às 16h, contra o Lens, vice-líder do Campeonato Francês.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.