Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Casares revela 'plano' para permanência de Lucas Moura no São Paulo

Presidente falou sobre o jogador em entrevista ao programa 'Roda Viva'

Futebol|

Lance
Lance Lance

Em entrevista ao programa 'Roda Viva', o presidente do São Paulo, Julio Casares, revelou o que pretende fazer para manter Lucas Moura no clube em 2024. O jogador tem contrato com o Tricolor apenas até dezembro deste ano e ainda não há uma definição sobre o seu futuro.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

- Vamos fazer todo o esforço para que ele continue. Ele é um grande atleta e um grande cidadão. A estratégia (para mantê-lo) é, dentro da nossa ousadia, estabelecer uma linha de ação. Eu vejo que ele está cada dia mais feliz no São Paulo. Que essa felicidade seja multiplicada por uma proposta que a gente possa fazer.

Lucas Moura chegou ao São Paulo no início de agosto e tem feito a diferença a favor da equipe. Além das boas atuações, o atacante foi decisivo na virada do Tricolor diante do Corinthians na semifinal da Copa do Brasil, em jogo que valeu a classificação para as finais dos próximos dias 17 e 24.

Publicidade

Poucos dias antes de Lucas, o São Paulo anunciou a contratação do meia James Rodríguez, outro nome estrelado. Casares também falou sobre a contratação do colombiano, e exaltou o diretor de futebol Carlos Belmonte e o diretor-executivo Rui Costa pelo êxito na negociação.

- Quero enaltecer a diretoria de futebol do São Paulo, contratamos esses jogadores em silêncio. Ninguém sabia, não vazou. A coisa mais difícil do futebol é não vazar contratação, no James e no Lucas. O James estava livre, foi uma conversa nossa com o jogador. É claro que há um salário, mas é um jogador que não onerou no sentido de investimento.

Publicidade

+ Julio Casares confirma candidatura à reeleição para presidência do São Paulo

Por fim, o presidente do São Paulo deixou clara a diferença das contratações de James e Lucas em comparação com investimentos anteriores, como Daniel Alves, contratado pela última gestão. Casares afirmou que a promessa na contratação do lateral-direito era de um projeto que financiaria os seus custos, diferentemente das estrelas contratadas nesta temporada.

- Daniel Alves era outra gestão, disseram que tinha um projeto especial. Nós contratamos o Lucas dentro da condição orçamentária, nada de projeto de marketing. Claro, o que a gente puder licenciar de produto e fazer dinheiro é outra coisa. Eram jogadores livres no mercado, tanto um quanto outro. Eu coloco o Lucas apenas pra complementar que eles chegaram juntos, era algo que surpreendeu a muita gente. E aí o bendito sigilo, pois quando você tem menor condição financeira, se vaza o concorrente vem e oferece o dobro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.