Futebol Casares, presidente do São Paulo, elogia Rogério Ceni: 'Busca a perfeição'

Casares, presidente do São Paulo, elogia Rogério Ceni: 'Busca a perfeição'

Após entrevista do treinador criticando problemas do clube, mandatário do Tricolor saiu em defesa do técnico e detalhou avanços na estrutura do clube do Morumbi

Lance
Lance

Lance

Lance

O presidente do São Paulo, Julio Casares, saiu em defesa do técnico Rogério Ceni após a entrevista do treinador na qual ele fez críticas sobre alguns problemas do clube, como cadeiras e mesas em uma piscina, após a vitória sobre o Santo André, por 1 a 0, no Campeonato Paulista.

VEJA O CAMINHO DO SÃO PAULO NO PAULISTÃO 2022

Ao invés de rebater as falas polêmicas de Ceni, Casares defendeu o técnico, o elogiou por sempre buscar a perfeição dentro do seu trabalho e detalhou algumas mudanças na infraestrutura da equipe.

- Quando trouxemos o Rogério Ceni, sabíamos do seu nível de trabalho, comprometimento e entrega que ele tem e oferece por onde passa. Buscar a perfeição no que faz, é um dos atributos do seu perfil. O conheço há quase 30 anos e sei o que posso esperar dele. Estamos aperfeiçoando e melhorando nossa estrutura em todas as unidades (conteúdo e físico), além de integrar a base de Cotia ao profissional da Barra Funda. Concluímos o 1º Ano de Gestão trabalhando incessantemente no processo de reconstrução da Instituição. Já temos avanços que logo serão conhecidos por todos. Todos no Departamento de Futebol estão trabalhando firmes e muito unidos - escreveu Casares no Instagram.

Casares ainda fez questão de dizer que há cobranças no CT da Barra Funda para melhorar o desempenho da equipe na temporada. Além do mais, ressaltou a qualidade do trabalho que vem sendo feito no São Paulo, como a recuperação financeira.

- Não sou juvenil no futebol e temos ciência que algumas questões que são “potencializadas” em vésperas de jogos, faz parte de tentativa de se criar pauta com narrativa que não pode mudar e não muda convicções do trabalho diário no CT em que os meus olhos e presença física atestam. Trabalho intenso, dinâmica que não premia o conforto e cobrança cada vez mais por qualidade, é o que desejamos e o que acontece no dia-a-dia. E assim seguiremos, sempre começando muito cedo e terminando muito tarde. Todos os dias. Temos plena consciência que temos muito a melhorar e também sabemos que em 2022, já temos sinais da recuperação financeira do trabalho saneado e iniciado em 2021, com o realinhamento, alongamento e um perfil de dívida renegociado a longo prazo - concluiu Casares.

Últimas