Futebol Casares evita dar prazo sobre patrocínio máster no São Paulo

Casares evita dar prazo sobre patrocínio máster no São Paulo

Tricolor está com espaço vago na camisa desde a saída do Banco Inter, no começo desta temporada. Reuniões vem acontecendo, mas sem uma definição 

Lance
Lance

Lance

Lance

Com a saída do Banco Inter como patrocinador máster do São Paulo no começo desta temporada, o espaço está vago na camisa do Tricolor, que conta com grandes jogadores como Daniel Alves, Miranda e Eder.

Espaço ficou vazio: lembre todos os patrocinadores máster do São Paulo

A questão vem sendo cobrada pela torcida tricolor, visto que o máster era uma fonte de renda importante para a equipe, principalmente em tempos de pandemia, que todo dinheiro recebido é bem visto no clube. Em entrevista ao ex-atacante Muller para a 'Gazeta Esportiva', o presidente Julio Casares falou sobre o tema.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021

- Nossa área de marketing está fazendo duas, três reuniões por dia, com várias empresas. Claro que a pandemia e a paralisação do Campeonato Paulista diminuem essa intensidade, mas temos a convicção de que teremos em breve um patrocinador que valorize a camisa do clube - afirmou o mandatário.

No entanto, Casares preferiu não dar prazo para a resolução da questão, visto que são negociações muito delicadas e repleta de detalhes.

- É difícil de fazer uma previsão, porque independe da nossa vontade. Nós funcionamos de acordo com a crise que estamos vivendo. Quanto mais rápido, melhor. Dentro de valores importantes. Nós já recebemos propostas, mas achamos que são valores incompatíveis com a nossa história - completou.

Vale destacar que o contrato entre Banco Inter e São Paulo havia se encerrado no final de fevereiro. Houve conversas para uma possível renovação, mas tanto o clube quanto a empresa não chegaram a um denominador comum.

Com o Banco Inter de fora do espaço, o São Paulo atuou sem patrocínio máster nas partidas contra Inter de Limeira e Santos. Outras empresas que estavam na camisa do São Paulo também tiveram os contratos encerrados em fevereiro e não estão na camisa: MRV, SPFC Chip, Urbano Alimentos e BetSul.

Últimas